06 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 16h:08 | Atualizado:

OUÇA ÁUDIO

Jajah diz que deve R$ 1 milhão para Júlio Campos e assume ser sócio de TV


O Livre

julio-jajah.jpg

 

Em áudio obtido na íntegra com exclusividade pelo LIVRE, o deputado estadual Jajah Neves (PSDB) admite ser sócio da TV Mato Grosso e diz que passava, em fevereiro de 2017, por dificuldades financeiras por causa da compra da emissora. Entre as dívidas estaria um débito de R$ 1 milhão com o ex-governador e ex-senador Júlio Campos (DEM). O dinheiro para sustentar a emissora viria do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa, de acordo com a gravação.

O Ministério Público Estadual (MPE) investiga o áudio, no qual o deputado aparece dizendo repassar a verba indenizatória recebida por sua atividade parlamentar ao secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos (PSDB), titular da cadeira na Assembleia Legislativa. Jajah, Wilson e o autor do áudio, o repórter Arthur Garcia, foram intimados pelo promotor de Justiça Mauro Zaque a prestar depoimentos.

Neves diz na gravação que tem dívidas por causa de seu programa na TV, o Fiscal do Povo. Anteriormente, o programa era exibido pela TV Brasil Oeste (TBO), supostamente ligada à família de Júlio Campos. No áudio, Jajah afirma tinha uma dívida de R$ 1 milhão com o ex-senador.

“Se não tivesse comprado essa TV, fosse tudo pro espaço. Meu saco já está deste tamanho. Tô num nível de stress que você não tem ideia. Problema financeiro, f*****, porque eu fui abrindo o leque na expectativa de dinheiro e não vem. O [inaudível] que está me protestando no governo. Estou sendo processado, R$ 200 mil. Daqui a pouco é o Júlio Campos que já vai vencer o prazo de pagar ele, quase R$ 1 milhão”, diz o deputado.

O parlamentar lamenta a escolha de se tornar sócio da TV. A decisão estaria lhe trazendo diversos problemas. “Tô vivendo um inferno astral. Não consigo fazer uma atividade parlamentar séria, não faço meu programa decente, não tem mais tesão da coisa, porque eu estou de saco cheio de tudo”, diz.

Jajah relata as dificuldades financeiras vividas pelo canal de TV. Garcia havia se desligado da emissora em janeiro de 2017 e gravou a conversa com o deputado em um restaurante da capital em fevereiro do mesmo ano.

“Estou há três meses sem conseguir pagar a TV, o Márcio do jeito que ele é ainda assim... O [inaudível] sumiu, você vê ele ali? Acabou, velho, meu sócio. Levou um ferro gigante. Agora completa no dia 04 três meses que não pago”, diz.

É neste trecho do áudio em que o deputado confessa que as verbas do Governo do Estado financiavam a TV Mato Grosso. “Eu fico vendo, olhando para os lados... Você já viu uma emissora de TV que não tem uma publicidade? Eu sustento aquilo ali e pago com dinheiro público, que vem do Estado”, diz Jajah na gravação.

Em outro trecho, mais à frente, o deputado fala novamente que o canal de TV não consegue preencher sua grade de anunciantes e depende, exclusivamente, de recursos repassados por órgãos públicos. “Ah, você tem publicidade... Coisa nenhuma. A mídia que cai aqui é mídia do governo e ela cai por causa de mim. Eu estando lá ou estando o quem quer que for, vai chegar do mesmo jeito. Não chega pra ninguém, chega pra mim. Governo e Assembleia, que é o que sustenta, hoje, tudo. Tudo aqui é sustentado por esses dois órgãos. E não é por causa do programa não”, diz o deputado.



Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Marcelo | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h39
    1
    0

    Estou vendo que tem deputado que jajah vai cair.

  • Justiça | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h38
    1
    0

    Não votem nesse covarde e ladrão, é simples resolver o problema do Brasil, vamos aprender a votar que tudo se resolve.

  • Fabio...vg | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h21
    1
    0

    Como dizia um amigo,o que já está RUIMMM. ..pode sim ficar pior. .kkkkk tá fudido..

  • Fabio...vg | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h21
    1
    0

    Como dizia um amigo,o que já está RUIMMM. ..pode sim ficar pior. .kkkkk tá fudido..

  • decedido | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h18
    1
    0

    Agora a porca torceu o rabo! O áudio editado que foi publicado não tinha valor jurídico, segundo o Molina. E esse áudio na integra, tem? Eu respondo pela metade do preço que o Molina cobraria para dar essa resposta!... Topas, Jájá?...kkkkkkkkkk Um conselho para vc Jájá: Abra o jogo e entrega o WS que vc poderá ter a pena reduzida! Delação premiada, já Jájá!

  • Marcelo | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 06h46
    2
    0

    Sugiro verificar as contas de publicidade do governo do estado, comparar o que o governo paga com empresas privadas no mesmo horário... pode ter surpresas aí.

  • Dona Lucimeire | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 20h49
    21
    0

    Gente, que decepção. É o jaja mesmo, eu tô muito triste. Ele parecia um homem bom! Que horror, fui enganada todo esse tempo. Realmente, acho que minha família teve um choque com isso. Tristeza profunda e ainda tem a cara de pau de usar o nome de Deus pra se defender dessa palhaçada. Quero distância!

  • Joao | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 20h45
    8
    0

    Ainda com vitinho prefeitinho a tira colo, aí q ta enrolado mesmo. Kkkkkk

  • Bea | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 19h40
    11
    0

    Tenho dó dd nós, esse dinheiro vão sair de nós mesmos.

  • Mohamed3 | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 18h24
    13
    0

    Pegou emprestado com Tio Júlio para pagar o perito. Perito caro.

  • Cumadre Nhara -do bairro Lixeira | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 18h08
    12
    1

    GRANDE NOVIDADE. TODO MUNDO SABE QUE A TBO É DO EX; GOVERNADOR JÚLIO CAMPOS. E QUEM ADMINISTRAVA ANTES DE FALECER ERA A SAUDOSA PROFESSORA ISABEL CAMPOS, QUE TOMOU MUITO TOMBO DE GENTE IGUAL ESTE SUJEITO. MAIS COM A FILHA DE JÚLIO CAMPOS NÃO SE BRINCA, A EMPRESÁRIA LAURINHA CAMPOS NÃO BATE CONTINÊNCIA NEM PARA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. ASSIM QUE TEM QUE SER. E BASTA.

  • Antônio João | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 17h31
    42
    1

    Pelo amor de DEUS, que nojento tudo isso, esse FDP tinha que estar na cadeia!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS