18 de Setembro de 2019,

Política

A | A

Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 18h:30 | Atualizado:

FIM DA CRISE

MT planeja salário integral em outubro e confia em deputados para receber FEX

Até ano que vem, meta é pagar servidores dentro do mês


Da Redação

maurocarvalho.jpg

 

O pagamento escalonado dos servidores públicos de Mato Grosso, prática iniciada ainda em 2018 na gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB), está com os dias contados. Embora o governador Mauro Mendes (DEM) e sua equipe econômica continuem afirmando que as finanças do Estado ainda se encontram numa situação crítica, o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho informa que a partir de outubro os salários serão pagos numa única vez, independente dos valores, até o dia 10 de cada mês. 

“Nesse segundo semestre será possível. Acredito que a partir de outubro e novembro já, mais ou menos, vamos estar pagando no dia 10”, disse Carvalho numa entrevista ao vivo de 30 minutos concedida ao Resumo do Dia, na qual ele também falou sobre a greve dos profissionais da educação, do projeto de readequação dos incentivos fiscais e minirreforma tributária, assunto que está gerando polêmica no meio político, empresarial e principalmente entre o setor produtivo do Estado.   

Carvalho colocou, porém, que o Governo não irá se contentar em pagar no dia 10 de mês subsequente ao trabalhado. “O objetivo principal é pagar o salário dentro do mês. Isso só será possível a partir do ano que vem”, ressaltou o chefe da Casa Civil explicando também as ações planejadas e colocadas em prática pelo Estado na busca de mais recursos, como os R$ 500 milhões que pretende arrecadar em 2020 com as mudanças nos incentivos fiscais e tributação de alguns setores hoje isentos e também na busca pelo FEX (Fundo de Auxílio às Exportações) na casa de R$ 400 milhões que Estado tem direito, mas não tem recebido o repasse do Governo Federal. 

Em janeiro deste ano, o Governo do Estado confirmou o pagamento escalonado dos salários por falta de recursos suficientes em caixa para efetuar os pagamentos numa única vez. A projeção inicial era que a medida se estendesse por no mínimo dois meses. 

No entanto, em virtude da situação das finanças, classificada pelo Governo como “caótica”, o governador Mauro Mendes passou a conceder entrevistas anunciando que o escalonamento continuaria com possibilidade terminar em junho ou julho, o que não se confirmou. Por sua vez, o secretário estadual de Fazenda, Rogério Gallo tem dito que a medida se estenderá até dezembro deste ano, ou seja, que os servidores devem receber os salários parcelados de acordo com os valores por mais seis meses. 

O escalonamento de salários motivou uma enxurrada de críticas de servidores ao Governo do Estado e alguns sindicatos chegaram a recorrer ao Tribunal de Justiça com mandados de segurança pedindo que o Estado fosse obrigado pagar os salários numa única vez. Mas nenhum deles obteve êxito nas demandas judiciais. 

Na entrevista, o chefe da Casa Civil também foi questionado sobre uma derrubada de veto do governador Mauro Mendes na última terça-feira (9), onde a Assembleia Legislativa manteve uma lei que inclui o Fundo de fomento à Exportação (FEX) na receita corrente líquida (RCL) do Estado. 

Os deputados atenderam apelo das categorias de servidores públicos, que esperam forçar o Executivo a atingir os índices seguros determinados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e legislação estadual e federal para pagamento de benefícios, como a Revisão Geral Anual (RGA). "A Casa de Leis é uma casa democrática e o governo respeita isso. Tem uma parte que fala que todos os deputados estão envolvidos na busca do FEX. Realmente nós contamos com isso, com apoio dos deputados pra buscar recursos extras para o Estado”, pontuou Mauro Carvalho.

 

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • marcio | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 10h38
    0
    0

    Como sempre, esse incompetente Mauro Mentis vai ficar em cima do muro nas eleições municipais e não apoiar ninguém, pois o cara que ele apoiar vai perder feio.

  • decedido | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 10h12
    0
    0

    Palmeiras não tem mundial e nem capinha!😂😂😂

  • WESLEI | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 08h28
    0
    0

    Falta alinha o discurso com o Galo....ele disse que só ano que vem!! Esse governo tá mais desorganizado que festa de hospício

  • elson domingos da silva | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 07h34
    0
    0

    e o decimo terceiro n governo não fala nada se vai pagar tudo de uma vez ou vai parcelar, neee

  • Servidor | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 03h52
    1
    0

    Concordo com todos os comentários primeiro que não dá para acreditar nas promessas deste Mauro Mendes e seus seguidores, segundo as eleições municipais estão ai batendo as portas e ele quer tentar enganar aos servidores, parentes e amigos dos servidores para votarem em seus indicados.Mas esclareço ao Governador que pagar em dia é obrigação e quanto a votar no senhor e seus indicados pode esquecer que jamais votaremos porque o senhor nós humilha e persegue mais do que o Pedro Taques que achamos que jamais teriamos um Governador tão ruim... Mauro Mendes nunca mais...

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 22h39
    8
    1

    Prefiro o Silval kkkkkkkkkk

  • jorge | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 22h18
    14
    0

    um vem fala que so ano q vem o outro projeto de politico quer adiantar para aprecer como o bonzinho da historia. bando de mentirosos.

  • Ricardo | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 22h12
    13
    0

    Príximo as eleições municipais todas as pseudo-crises acabam. Então tá!? Só esclareço que se o Mauro Mendes apoiar A eu voto em B.

  • Pacu peva | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 21h36
    18
    0

    Vai achando que vamos cair na sua lábia estelionatária de novo Mauro Mente. Vc vai querer vir como Salvador da pátria de Mato Grosso. Vai pagar como homem que colocou as finanças em dia no fim do seu mandado. Kkkkkk o povo não é besta Vai levar uma surra nas urnas que nem Pedrinho Quero ver sua cara quando seus adversários colocarem seus vídeo de campanha prometendo pg RGA, valorizar o servidor público, pagar dentro do mês trabalhado e tudo mais que vc falou e não fez Crise só existe no executivo, por que nos outros poderes e só bonança Ninguém acredita mais em suas promessas oi de seus paus mandados (secretários) O que é teu tá guardado kkkkkk

  • Eduardo | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 20h37
    14
    0

    Tá sem graça esses prazos, estimativas, enquanto isso servidor pena

  • Daniel Boone | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 18h52
    16
    0

    Mas o Mauro MenTes não havia prometido que seria a partir da folha de julho? Cambada de incompetentes. O povo está de olho em vocês. Esse governo já acabou: vai continuar moribundo até 2022

  • Zé povinho | Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 18h48
    9
    5

    PERGUNTA: SE CAAAAASO as eleições para governador de MT fossem hoje e vc tivesse só duas alternativas, a primeira Mauro Ninja e a segunda Pedro Malvadeza. Quem vc votaria?! JOIA : MAURO MENTE JOIA PRA BAIXO: PEDROCA. Eu votei no Mauro, mas hoje eu Voltava no Pedrito sem dúvidas. Participa fazendo favor Abc a todos

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS