16 de Setembro de 2019,

Política

A | A

Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 16h:25 | Atualizado:

TRANSPLANTE

Prefeito de Cuiabá se licencia para doar rim a primeira-dama


Da Redação

virginia-mauro

 

 

 

O prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) vai se licenciar do cargo pelos próximos 10 dias para retirar um dos seus rins e doar a esposa e primeira-dama, Virgínia Mendes. O procedimento será realizado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, na próxima sexta-feira, 28 de março. No mesmo dia, a primeira-dama já recebe o rim retirado do marido.

A recuperação pós-cirúrgica do prefeito é considerada simples. Na segunda-feira, 31 de março, ele já deve receber alta do hospital. Até o final da semana que vem, Mauro Mendes já deve estar de volta a capital. “A pessoa que doa um rim tem condições de levar uma vida normal após a cirurgia. O outro órgão faz as funções normais”, declarou

A recuperação da esposa é um pouco mais complexa, pois será necessário os médicos avaliarem se ocorrerá rejeição ao rim doado. Ela deve ter alta do hospital em até 10 dias após a cirurgia, mas será necessário se manter na cidade de São Paulo por até um mês. “É necessário ter um cuidado muito forte nos primeiros 30 dias que é considerado um período sensível”, disse.

Mauro afirmou ainda que a esposa, mesmo após transplantada, deverá tomar medicamentos para evitar complicações do rim doado por toda a vida. Porém, ela poderá fazer as mesmas atividades e ter uma vida normal após o transplante.  

Desde que a primeira-dama retirou os rins, no dia 17 de fevereiro, Mauro Mendes e outros familiares realizaram exames de compatibilidade para serem possíveis doadores. Na última sexta-feira, os médicos anunciaram a família que o prefeito possui as melhores condições para doar o órgão.  

Durante o período de licença, a prefeitura de Cuiabá será comandada pelo procurador-geral do município, Rogério Gallo. Como o vice-prefeito eleito, deputado João Malheiro (PR), desistiu de assumir o cargo, o primeiro na linha sucessória é o presidente da Câmara, vereador Júlio Pinheiro. Todavia, o parlamentar também está licenciado para tratar de problemas de saúde.

Desta forma, o procurador-geral aparece como sucessor do prefeito. O prefeito reiterou ter confiança no trabalho do procurador, que ocupa o cargo desde o início da gestão do socialista. "Não existe nenhuma recomendação ou ação especial nestes dias que estarei de licença", destacou.

TRATAMENTO

Virgínia Mendes apresenta problemas nos rins desde o ano de 2012. Durante a campanha a prefeitura de Cuiabá, Mauro Mendes parou por duas vezes as atividades para acompanhar a esposa em São Paulo para tratamento de Saúde. As vésperas da eleição, ela foi internada num hospital particular de Cuiabá devido a mais uma crise renal.

A primeira-dama tem um quadro de doença renal policística. Como o tratamento não apresentou evolução, os médicos decidiram pela retirada dos rins e aguardar um transplante. A cirurgia de retirada do órgão ocorreu no dia 18 de fevereiro e, desde então, Virgínia Mendes está na capital paulista onde é subsmetida a tratamento de hemodiálise, que é a filtragem do sangue.

 

VEJA MAIS

Mauro Mendes já admite sair do cargo por até 30 dias

Primeira-dama recebe alta, mas segue em SP até fazer transplante

Primeira-dama deixa UTI e se prepara para realizar transplante de rins

Primeira-dama retira rins e aguarda transplante

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS