Política Terça-Feira, 02 de Abril de 2019, 08h:04 | Atualizado:

Terça-Feira, 02 de Abril de 2019, 08h:04 | Atualizado:

ELEIÇÕES 2020

PSDB lança empresário ao Alencastro

 

KAMILA ARRUDA
Diário de Cuiabá

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Luiz-Carlos-Nigro.jpg

 

Diante da nova regra eleitoral, que põe fim as coligações no pleito proporcional a partir de 2020, os partidos políticos da Capital já trabalham nomes para eleição majoritária com o intuito de dar maior notoriedade a legenda no que tange a eleição para vereador. 

A intenção é fortalecer o partido lançando candidatos ao comando do Palácio Alencastro. 

No último final de semana, o PSDB lançou o nome do empresário Luis Carlos Nigro para a disputa pela Prefeitura de Cuiabá. O anuncio foi feito pelo deputado estadual Wilson Santos, durante eleição do Diretório Municipal da sigla tucana. 

“Ele não me autorizou, mas eu quero dizer a vocês, que nós temos hoje um quadro que pode ser o novo prefeito de Cuiabá que é o empresário Luiz Carlo Nigro”, disse. 

Além do PSDB, outros quatro partidos também estão de olho no Palácio Alencastro. O MDB trabalha com a possibilidade de reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro que, por sua vez, afirma que não pretende disputar a eleição para chefe do Executivo Municipal novamente. 

Diante disso, o deputado federal Valtenir Pereira (MDB) tenta ganhar espaço para se lançar como candidato a prefeito no próximo ano. 

Outro que também já externou interesse em disputar a eleição para prefeito de Cuiabá é o ex-juiz federal Julier Sebastião (PDT). Ele se colocou como pré-candidato após participar de uma convenção do PDT em Brasília no mês passado. 

Derrotado nas urnas no pleito do ano passado, o ex-deputado federal Victório Galli (PSL) também cogita a possibilidade de vir a encarar a disputa pelo comando do Palácio Alencastro. 

O nome do atual assessor da presidência da república tem sido defendido pelos membros do bloco Família PSL, que congrega as lideranças mais antigas do partido. 

Já o Partido Democrata Cristão (DC), tem trabalhado no sentido de atrair o Procurador Mauro (PSol) para encabeçar a chapa em nome do partido. Figurinha carimbada nas eleições do Estado, Mauro, por sua vez, afirma que não tem pretensões políticas para 2020. 

Ainda está sendo ventilado o nome da superintendente do Procon-MT, Gisela Simona, que disputou a eleição para deputada federal no ano passado. 

O fim das coligações na eleição proporcional se deu por meio da aprovação de uma emenda constitucional por parte do Congresso Nacional em 2017. Pela nova regra, os partidos não poderão mais se coligar na disputa das vagas para deputados e vereadores. 

A intenção é acabar com o chamado “efeito Tiririca”, pelo qual a votação expressiva de um candidato ajudar a eleger outros do grupo de partidos que se uniram.

 





Postar um novo comentário





Comentários (2)

  • Antunes Silva

    Terça-Feira, 02 de Abril de 2019, 10h02
  • EU NAO VOTO NESSE. dono de rede de hoteis, vai fazer nada. Se Gisela Simona ( PROCON) sair PARA PREFEITURA, ESTOU COM ELA; Certeza de competencia e de não ser roubado.
    0
    2



  • CARLOS HENRIQUE

    Terça-Feira, 02 de Abril de 2019, 09h19
  • Não houve mudança nas eleições proporcionais. As coligações continuam da mesma maneira.
    0
    0









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet