17 de Julho de 2019,

Política

A | A

Domingo, 21 de Abril de 2019, 16h:05 | Atualizado:

SEM DELAÇÃO

Riva está a uma condenação em 2ª instância de ser preso


Gazeta Digital

rivinha-cabisbaixo.jpg

 

O ex-presidente da Assembleia Legislativa (AL), José Riva, está a uma condenação em 2ª instância de voltar a ser preso.  Foi publicada na terça-feira (16) a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitando por unanimidade os embargos de declaração que tentava homologar delação premiada.  

Na mesma decisão, os ministros do STF determinaram, por maioria, "a certificação do trânsito em julgado, com a consequente baixa imediata dos autos, independentemente da publicação do acórdão", diz trecho da publicação.   

Com isso, processo de delação premiada está praticamente arquivado, fazendo com que o ex-deputado não tenha nenhum dos benefícios de redução de pena e medidas cautelares alternativas após julgamento em 2ª instâncias.   

Condenações   

José Riva já possui 4 condenações em que recorre em liberdade. Na segunda-feira (15), o juiz Jorge Luiz Tadeu o condenou a 18 anos e 7 meses de prisão em regime fechado, obrigando ainda a devolução de R$ 8,8 milhões aos cofres públicos.   

A sentença ocorreu de 4 processos da Operação Arca de Noé. Riva foi apontado como responsável pelo desvio de cheques da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, quando foi presidente e primeiro secretário, beneficiando o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.   

O ex-parlamentar vem recorrendo das diversas condenações, ficando impedido de cumprir pena até que seja condenado em 2ª instância.   

Nestes casos, apenas a prisão preventiva o colocaria de trás das grades, o que já ocorreu na Operação Metástase, em 2016, e na 5ª fase da Operação Ararath, em 2014.   

Nos dois casos, porém, Riva conseguiu sair meses depois do Centro de Custódia de Cuiabá, onde ficou detido. Em setembro de 2018, em sua penúltima condenação, o ex-deputado foi sentenciado a 17 anos e 9 meses de reclusão. A condenação também foi referente a Operação Arca de Noé.   

Investigações apontaram que Riva utilizava empresas “fantasmas” para a emissão de cheques com os quais seriam desviados dinheiro público da Assembleia. O esquema teria ocorrido entre 1999 e 2002.  

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Marcio | Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 07h56
    6
    0

    Riva se tornou um homem rico as custas dos desvios do dinheiro que deveria ser investido na saúde e segurança. O dinheiro sujo, além de trazer grandes benefícios aos familiares, como o presente dado a Janaína Riva, um apartamento na Av. Atlântica, em Copacabana, no Rio de Janeiro, a conseguiu eleger como sua sucessora. Lamentável, o povo matogrossense tem uma atração por gente desonesta e corrupta. Espero que ele pague pelos crimes cometidos. Nada além disso.

  • Tião coelho | Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 07h17
    4
    0

    Duvido que este cidadão seja preso, se fosse um cidadão comum já estava a muito tempo no Pascoal Ramos ( presídio) no Brasil e mato grosso a corrupção impera

  • Magali | Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 07h16
    4
    0

    E ai Srs Desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, quando é que irá começar cumprir essas penas ? Ou os processos dele e de outros parceiros vai continuar escondido nos escaninhos desse Tribunal ? Por que só o Gilmar é punido, e os outros não ?

  • José | Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 07h12
    4
    0

    Já comprei os foguetes

  • Alencar | Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019, 06h20
    5
    0

    Quem será que a delação dele complicaria pra terem negado? Juizes, promotores ou ministros do STF?

  • Chirrão | Domingo, 21 de Abril de 2019, 19h14
    12
    1

    Que sirva de EXEMPLO!!!!!

  • Raimundo | Domingo, 21 de Abril de 2019, 18h37
    13
    2

    E vai ser preso de novo, esse aí vai amargar muito tempo na cadeia. Agora vai..... Kkkkkkk

  • Zeus | Domingo, 21 de Abril de 2019, 18h16
    12
    2

    Já deveria esta preso a muito tempo por tudo que roubou do povo de Mato Grosso. De forma indireta matou muito matogrossenses. Cadeia já para esse curupto...

  • José | Domingo, 21 de Abril de 2019, 18h06
    11
    2

    Tá chegando o dia vai ter que apodrecer atrás das grades ladrão

  • Cuiabano | Domingo, 21 de Abril de 2019, 17h27
    18
    0

    Outra coisa....e Éder Pavão Moraes...??? Também tem de ir preso urgente... Já foi condenado em 1° estância a mais de 90 anos ... e até agora nada.... podia fazer um mesmo pacote e já prender o Riva , Éder , Silval, Fabris, Daltro, e mais um monte de gente.... Pra cadeia já.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS