06 de Abril de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 08h:34 | Atualizado:

EMPURRANDO COM A BARRIGA

Senado mantém senadora de MT no cargo até julgamento "final" do STF

Selma já sabe o que fazer após deixar cargo; atuará na formação de políticos

selma-arruda.jpg

 

O discurso do Podemos em defesa de novas práticas na política tem sido confrontado pela cassação da senadora Selma Arruda (MT) por caixa dois e abuso de poder econômico. O partido tem sustentado no Senado que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não deve ser cumprida pela Casa antes de o caso chegar à instância final, o Supremo Tribunal Federal (STF). Além do respaldo no Congresso, a senadora diz que a legenda lhe dará uma função na estrutura partidária: ela será responsável no Podemos pela formação de políticos.

— Quero muito trabalhar nesse sentido, qualificar as pessoas. Comecei a percorrer o estado durante a campanha, mesmo agora, e a gente vê que as pessoas querem trabalhar com a política para ter um salário fixo ou para se locupletar. Ninguém sabe para que veio. Ninguém sabe para que é um vereador, o que faz, para o que está lá - diz Selma ao GLOBO.

No início do mês, ela disse à imprensa do Mato Grosso que foi convidada para presidir a fundação do Podemos. Selma completa que a falta de qualificação dos políticos é prejudicial para o país.

— Essa falta de qualidade que temos na política brasileira precisa mudar. Eu acho que o Podemos é um partido de excelência ainda. É um partido que está sem as máculas dos partidos tradicionais. Então, dá para fazer um trabalho bom e tornar o Podemos uma referência.

Nas eleições, a senadora foi comparada ao ex-juiz Sergio Moro, por ter sido considerada uma juíza rigorosa. Ela era chamada de "Moro de saia". Selma e um de seus suplentes, Gilberto Possamai, são acusados de receber R$ 1,2 milhão em abril e julho de 2018. O dinheiro não teria sido declarado por ela à Justiça Eleitoral. Para a maioria dos ministros do TSE, isso foi uma irregularidade contábil e caracterizou caixa dois.

Cassada em dezembro, a senadora vem se mantendo no cargo graças a uma decisão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de submeter a condenação dela à Mesa Diretora da Casa. O processo durará pelo menos até o fim de março. Alcolumbre já sinalizou que não há chance de o Senado resistir à decisão da Justiça eleitoral. Na prática, com o rito, ela apenas ganha tempo de mandato, com salário e outros benefícios.

Questionada se Selma terá a responsabilidade de formar políticos no Podemos, a presidente da legenda, deputada Renata Abreu (SP), disse que "ainda não tem nada definido". Ela defende a senadora e diz que acredita que sua cassação pode ser revertida no Supremo.

 

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Elias | Sábado, 29 de Fevereiro de 2020, 19h59
    3
    2

    Vai ser voadora de políticos? Deus é mais...

  • Vitor Paiva | Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2020, 07h27
    3
    3

    Os processos da Vara dela foram em tempo Record. Por que será? Para se promover e usar para a política. Além do que ganhou para isso. Agora ela é vítima . Oh dó!

  • Victor | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 21h37
    4
    7

    O interessante é como esse processo andou tão rápido em comparação aos milhares de processos que se arrastam no TSE e no STF. O senado está correto, não cabe ao Judiciário substituir a vontade popular. Isso deve acontecer através de novas eleições.

  • Ivonilson | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 16h25
    10
    6

    Essa farsante tinha que estar presa. Infringiu a lei e ainda mais ja que era juiza tinha que dar exemplo mas nao agiu fevoito malandra e quem apoia ela e pior que ela. Mala swm alça

  • Christmann Hilleshein Cardoso | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 14h56
    8
    6

    A turma do Silval, Riva, Campos e Pinheiro fizeram um trabalho exemplar na surdina do juizado eleitoral, fizeram caracterizar que gasto com pesquisa pessoal é gasto de campanha. Semana passada esse mesmo site postou um grupo de políticos que irão fazer o mesmo gasto para as eleições de abril e ninguém falou nada? Perdem no voto e ficam com o cotovelo doendo contra a mulher que combateu os barões da política corrupta mato-grossense.

  • joao | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 14h38
    6
    3

    O STF pelos números de processos existente pendente de julgamentos não tem capacidade de julgar Selma antes de 2025 que eu acho normal,e até desumano pensar em em contrário.

  • alexandre | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 12h21
    4
    6

    Quem comprou vaga, quer assumir.. a vaga é do Ag...

  • Robson Souza | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 12h05
    17
    7

    Péssima professora, faz tudo errado. Sai logo do Senado e pare de envergonhar o povo mato-grossense.

  • Pacufrito | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 11h49
    9
    7

    Mais uma vez estes judiciário mostra a sua pouca efetividade, JUDICIÁRIO VERGONHA, VERGONHA. tudo tem recurso, nada é definitivo para este judiciário. Até acho que esta senadora não deveria ser caçada, acho que muitos outros políticos usam de caixa dois, muito mais escandaloso e nada acontece, mas está falta de definição é o retrato do judiciário brasileiro. VERGONHA. Os processo de quem tem dinheiro não acabam nunca, é recurso do recurso do recurso.

  • Leitor atento | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 11h24
    9
    2

    Quem disse que ela será mantida no cargo ate o julgamento final no STF. Não entendi isso lendo a matéria? Há alguma nota de rodapé que não notei?

  • Joilson | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 10h22
    16
    8

    Quando o assunto é preparação de políticos, a SELMA CAIXA DOIS sabe como ensinar. KKKKKKKK

  • ANA CAROLINA | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 10h13
    4
    1

    Como fica a eleicao nesse caso?

  • Indignado | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 10h08
    19
    4

    Ela é a prova viva da falta de qualificação,caixa 2 na primeira vez que disputa um cargo?É muita falta de experiência né?

  • A N D E R S O N 38 | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h53
    13
    15

    Queria entender o pq desse desespero em tirar uma eleita legitimamente? Pq não vão atrás dos grandes barões e ladrões da sociedades com seus rombos nós cofres públicos?

  • Davi | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h43
    12
    9

    No caso em tela, o senado federal está correto. Com vícios ou não, ela foi eleita pelo voto popular. Diga-se de passagem, o senador mais bem votado da história de Mato Grosso. Deve ser substituída após novas eleições por alguém que tenha legitimidade. Entregar o cargo para o Carlos Fávaro é um golpe na democracia.

  • Joilson | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h38
    13
    8

    Quando o assunto é preparação de políticos, a SELMA CAIXA DOIS sabe como ensinar. KKKKKKKK

  • Carlos TGA | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h09
    12
    11

    Essa cassação comprada pelos Barões da politica Matogrossense, políticos esses que parecem urubus sobre a carniça para obter a vaga da Senadora Selma, esses mesmos políticos que apoiam figuras públicas que recebem propinas nós paletós nós gabinetes em Cuiabá, que coisa feia, o povo é soberano, e sua vontade deve ser respeitado, e o povo escolheu a Juíza Selma.

  • Osvaldo | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h01
    12
    7

    Vergonha Alcolumbre. Me enganei com você. Lamentável

  • jose gomes | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 08h59
    10
    5

    'KKKK MENOS MAL ESTA FAVARO NÃO DEVE ASSUMIR NEM PRESIDENTE DE BAIRRO

  • rafael | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 08h48
    12
    5

    PORQUE - os processos do renan calheiros nao tem o mesmo andamento que o da dra. Selma??? e nao é só os dele, mas collor e outros ladrões mais

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS