Política Terça-Feira, 09 de Julho de 2024, 22h:09 | Atualizado:

Terça-Feira, 09 de Julho de 2024, 22h:09 | Atualizado:

CONSELHO DE ÉTICA

Senador de MT acata denúncia que pode cassar filho de Bolsonaro

Flávio será investigado por rachadinha e ligação com milícia

METRÓPOLES

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

bolsonaro-jaymecampos.JPG

 

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal, que é presidido por Jayme Campos (União-MT), se reuniu na manhã desta terça-feira (9/7). Esta foi o primeiro encontro do colegiado em mais de um ano, visto que a reunião anterior foi feita em 14 de junho de 2023.

O grupo aceitou abrir denúncias contra os senadores Jorge Kajuru (PSB-GO), Styvenson Valentim (Podemos-RN), Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), Marcos do Val (Podemos-ES) e Flávio Bolsonaro (PL-RJ). Os processos foram admitidos, transformados em denúncias e os relatores foram escolhidos.

O senador Davi Alcolumbre (União-AP) foi escolhido como novo relator da representação contra Chico Rodrigues (PSB-RR). O conselho também arquivou quatro denúncias, contra os senadores Styvenson Valentim (Podemos-RN), Randolfe Rodrigues (sem partido-AP) e duas contra Jorge Kajuru (PSB-GO).

A denúncia contra Jorge Kajuru será relatada pelo senador Weverton (PDT-MA) e foi apresentada pelo ex-senador Luiz do Carmo (GO). O texto fala sobre publicações de Kajuru que insinuavam uso indevido de emendas parlamentares.

A deputada Natália Bonavides (PT-RN) representou contra Styvenson Valentim por publicações sobre um caso de violência contra a mulher. De acordo com a parlamentar, o senador teria “sugerido que uma mulher merece ser agredida”. O relator será Jorge Seif (PL-SC).

Duas denúncias foram aceitas contra o líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues. Uma diz respeito a supostos ataques ao então presidente da República Jair Bolsonaro (PL), em 2022. Outra é sobre o embate do senador com o youtuber Wilker Leão, em 2023, no Senado.

As duas denúncias contra Marcos do Val estão relacionadas a depoimentos contraditórios sobre os atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023. Já a representação contra Flávio Bolsonaro acusa o senador da prática de contratação de funcionários fantasmas, a “rachadinha”, e de suposta ligação com a milícia no Rio de Janeiro.





Postar um novo comentário





Comentários (9)

  • Paulo Sérgio Pereira

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 16h17
  • Jayme é corajoso, mas é mais negociador ainda rsrs Vão se ajeitar e ninguém será cassado. Segue o jogo.
    0
    0



  • JOSEH

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 12h04
  • 3 bandidos na foto.
    3
    2



  • JOSEH

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 12h03
  • 3 bandidos na foto.
    4
    3



  • Sebastião

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 11h06
  • Na verdade os filhos de Bolsonaro, deveriam ser banidos da política, isso é nepotismo político. Uma vergonha os brasileiros votarem nesta raça, erva daninha.
    5
    9



  • Cuiabano

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 09h43
  • Coronel de VG e funcionário do PT votou a favor do DPTVAT tem que aposentar, ética como pode uma vergonhas já e o fim dele no senado se ele votar a favor da cassação de Flavio Bolsonaro e nem na rua vai poder andar
    12
    10



  • Evangelina Conceição

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 08h26
  • Selva! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    9
    2



  • Márcio

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 07h17
  • Esse Jayme, o senador do Lula, deve aproveitar seus últimos dois ano no Senado. Em 2027, estaremos livre desse velho maligno.
    26
    19



  • Rosa

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 06h49
  • Como é que é este senador é presidente do conselho de ética quem é que disse que o mesmo tem ética é brincadeira né?
    24
    12



  • Xicotada na lombar

    Quarta-Feira, 10 de Julho de 2024, 04h04
  • Pois é, ou cassa também ou devolve o cargo pra Edna Sampaio.
    8
    25









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet