15 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 21h:47 | Atualizado:

EXCLUSIVO

Sindicato do TJ pede bloqueio de R$ 250 mi de MT e protocola impeachment de Taques

Ação argumenta que há três anos Executivo faz confisco ilegal dos recursos dos demais poderes


Da Redação

rosenwal-tj.jpg

 

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso hoje às 20h31 uma ação com pedido de liminar para o bloqueio imediato de cerca de R$ 250 milhões das contas do Estado em decorrência de atrasos no repasses dos duodécimos nos anos de 2015, 2016 e 2017. O processo está na Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular e ainda não foi distribuído para nenhum dos dois juízes, quer seja Célia Regina Vidotti ou Luis Aparecido Bortolucci Júnior.

Na ação, o sindicalista explica que o funcionamento dos poderes está comprometimento diante da ineficiência do Executivo em fazer os repasses constitucionais enquanto a arrecadação do Estado aumenta ano a ano. É citado como exemplo que a Defensoria Pública fechou 15 comarcas no interior do Estado por falta de recursos.

Para o presidente do Sinjusmat, Rosenwal Rodrigues, é necessário a intervenção da Justiça para que Mato Grosso não chegue a falência administrativa e financeira. Ele considerou como um "retrocesso" a possibilidade do Judiciário no Estado fechar comarcas e reduzir o horário de expediente.

IMPEACHMENT

Além do pedido de bloqueio das contas, o Sinjusmat, que congrega cerca de cinco mil filiados do Judiciário, irá protocolar nesta quarta-feira um pedido de impeachment do governador por improbidade administrativa e crime de responsabilidade ao atrasar os repasses constitucionais dos poderes e orgãos auxiliares. "É totalmente inconstitucional e ilegal a retenção de dinheiro dos poderes para honrar despesas do Executivo. Entendemos que Pedro Taques não tem mais condições de governar Mato Grosso pela notória incapacidade de lidar com a administração pública", argumenta.

O sindicalista ainda cita o exemplo do impeachment aprovado pelo Congresso Nacional contra a ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT). "A Dilma contraia empréstimos com bancos públicos para saldar despesas do governo federal. Em Mato Grosso, se retém o dinheiro dos poderes para o Executivo honrar seus compromissos. A crise do Executivo deve ser solucionada pelo próprio Executivo e não compartilhada com os demais poderes. Os servidores públicos, o Legislativo,  Judiciário e a população não pode ser penalizada pela incompetência do gestor público", analisou.



Postar um novo comentário

Comentários (39)

  • Adalberto Ferreira Jr. | Domingo, 04 de Fevereiro de 2018, 11h35
    0
    0

    Que vergonha.... Discursa atacando o executivo de "ficar" com os recursos do estado e não "repassar" o seu quinhão. Auxiliares de juiz contratados na base da amizade entre as famílias com um telefonema, com salários de 25 mil por mes. Fora os privilegios das magnificências, que nao durariam um dia na iniciativa privada. Querem é manter privilégios disfarçando sua ganância com esse tipo de pressão contra o estado. Quem vai julgar? Eles mesmos, claro. E ainda saem fazendo propaganda de " volta silval ". Que vergonha....é beeem Mato Grooooossoooo.......

  • Adalberto Ferreira Jr. | Domingo, 04 de Fevereiro de 2018, 11h35
    0
    0

    Que vergonha.... Discursa atacando o executivo de "ficar" com os recursos do estado e não "repassar" o seu quinhão. Auxiliares de juiz contratados na base da amizade entre as famílias com um telefonema, com salários de 25 mil por mes. Fora os privilegios das magnificências, que nao durariam um dia na iniciativa privada. Querem é manter privilégios disfarçando sua ganância com esse tipo de pressão contra o estado. Quem vai julgar? Eles mesmos, claro. E ainda saem fazendo propaganda de " volta silval ". Que vergonha....é beeem Mato Grooooossoooo.......

  • Realista | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 00h19
    0
    0

    O problema não é concurso pública sua ruminante, o problema é o valor dos salários que é fora da realidade do mercado de trabalho! Ô bando de comedor de capim, pqp!

  • maria cruz | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h51
    2
    2

    Pessoal fala mal do TJ mas está lá enes inscritos nos concursos lá realizados, mas infelizmente, muitos não passam ai criticam, vem viver a realidade do judiciários, onde os trabalhos, que é sério, lá realizados, é na maioria na forma gratuita, o TJ por conta disso, não gera receita, mas gera também nas ações não amparada pela gratuidade com partes sendo empregas ou de grande poder aquisitivos. Quem torce para tj fechar comarca, a bandidagem agradece, pois a impunidade, nas cidades desassistidas, evidenciará.

  • Cláudio Coelho Barreto Júnior | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 17h09
    2
    2

    VAMOS RESPEITAR A OPINIÃO DAS PESSOAS. NÃO QUER DIZER QUE TEM QUE CONCORDAR. VAMOS NOS IDENTIFICAR AO FAZERMOS CRITICAS. QUANDO SE REFERIR AO SERVIDORES PÚBLICOS, NOMINE OS QUE SÃO TUDO AQUILO DITO NOS COMENTÁRIOS.COMO EM TODA A SOCIEDADE EXISTE AS PESSOA DE BEM E AS NEM TANTO DE BEM, E AS QUALIFICADAS NOS COMENTÁRIOS. POR FIM, O SINDICATO DOS SERVIDORES DO TJ, NA PESSOA DE SEU PRESIDENTE, NÃO É PARTE LEGITIMA PARA COBRAR DUODÉCIMO DO GOVERNO DO ESTADO. SINDICATO NÃO É ENTE FEDERADO. O SINDICATO DO TJ TAMBÉM NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA PEDIR IMPEACHMENT DO GOVERNADOR.

  • joao | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 15h15
    7
    2

    Impeachment do governador é o mal necessário, Fechar comarcas é um atraso para MT e para o Judiciário e demissões para mais de 1 mil servidores e prejudicar a vida do cidadão. Então eu aprovo o bloqueio de din din, bem como o Impeachment ou afastamento.

  • CIDADAO REVOLTADO | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 14h15
    6
    2

    PQ NAO SE RE-ADEQUAM A REALIDADE ?? É SIMPLES,....... E se cortassem um pouco dos gastos ? Igual como fazemos em casa para poder caber as despesas dentro do salário... E se diminuir a quantidade de funcionários ? Igual como as empresas fazem em tempos de crise. RE-ADEQUEM-SE....POIS VAI FALTAR DIN DIN........

  • Realista | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 12h56
    4
    5

    Diego e demais parasitas públicos, ao comentar aqui por gentileza informem o que vocês fazem no trabalho, qual a função na prática que fazem e deixa a sociedade julgar se sua função precisa mesmo existir. Ah, esqueci : enfia esse papel lixo chamado 'constituição" no meio do teu ku seu por-co parasita inútil!

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 11h34
    3
    11

    Diego também está no estatuto do servidor público que ele não pode ficar enrolando no local de trabalho não, tem que trabalhar e não o dia todo de papo furado, fofoquinhas, whatsapp....resumindo devem ser de fato SERVIDORES PÚBLICOS e não donos dos serviços públicos, afinal que banca esses bando de preguiçosos somos nós os contribuintes. Art. 131 São deveres do servidor: I

  • tito lampreia | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 11h30
    6
    1

    Turma do Agro não da um palpite!!! Os bobo brigando e turma da botinas comprando carro sem pagar ICMS, Sem pagar Icms da Soja... Foco na lei Kandir que tira 6 bi do nosso estado todos os anos!!!

  • Diego | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 11h12
    20
    9

    É cada comentário idiota que vou te contar! Totalmente desnecessário esse revanchismo burro. Somos todos servidores públicos. Tudo o que está sendo cobrado está previsto na Constituição Federal e não cabe discussão quanto à isso. Os servidores do judiciário tem carreiras ruins e salários defasados da mesma forma que o servidores do executivo e demais poderes. Isso é o que o Pedro Taques quer causar. Ficar jogando esse bando de povo manipulado contra os servidores dos demais poderes. Temos que focar é na péssima gestão que esse Sr. está fazendo. Esse camarada só sabe colocar a culpa em governos anteriores, mostrando-se um péssimo gestor, sem qualquer jogo de cintura com a classe dos servidores. Acordem!

  • Marcelo Castro | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 10h56
    8
    10

    Agora com a não obrigatoriedade da contribuição sindical quero ver esses vermes se sustentarem, por que não fazem protesto para trabalharem mais ao invés de entrarem em recesso 3 vezes ao ano?! é por essa e outras que há milhões de processos paralisados na justiça, não trabalham só ficam comendo, no whatsapp, comprando perfumes o dia todo, trabalhar que é bom nada! Bando de preguiçosos.

  • Henrique Lopes | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 10h54
    13
    11

    Bando de sanguessugas, vocês vivem num mundo a parte, no mundo real tem que cortar os seus privilégios e mordomias urgente. Garanto que vai sobrar dinheiro. Chega de mamar nas tetas do governo, ou seja, do povo. Vão trabalhar de carro próprio, pagar a casa que moram, comprar roupas, livros, pagar academia e tudo que a população paga com o salário que ganham e que não é pouco. Pior ainda colocam esses sindicalistas que ainda querem o socialismo de volta como testa de ferro e defender interesses dos grandes barões. Pelo amor de Deus... MUDA BRASIL.

  • jogral.adv@gmail.com | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 08h58
    6
    3

    O duodécimo é originário das arrecadações do Estado, no entanto, os poderes devem praticar uma política de contenção de gastos, eliminando as mordomias: carros oficiais, assessoria excessiva em todos escalões e autos salários nos DAS' o que honra em muito os cargos públicos. Governar sem dinheiro é difícil!

  • Gilmar Brunetto | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 08h15
    49
    10

    É só acabar com os vergonhosos auxílios que sobra dinheiro para os poderes. O movimento sindical devería é propor a redução de 20% do duodécimo de todos os poderes e para acabar com as mordomias.

  • MARCOS | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 08h05
    37
    18

    PORQUE NÃO PEDIU O IMPEACHMENT DE SILVAL BARBOSA? SERÁ QUE PAROU DE MAMAR NA TETA DO ESTADO?

  • tito lampreia | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 07h43
    49
    3

    Todos nos somos somos vitimas da LEI KANDIR! Essa luta não sera resolvida se os Botinas(sojicultores,pecuaristas) não pagarem impostos!

  • Realista | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 01h36
    14
    46

    Taques ganha no primeiro turno esse ano. Ninguém aqui liga para comentário negativo de servidor PARASITA público.

  • Paulo | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 23h27
    50
    15

    Somente 250 milhoes! Nao vai dar nem pra pagar um lanchinho para o Juiz"DEUS" Mirco. Kkkk

  • Paulo | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 23h24
    58
    31

    E so o judiciario parar de pagar 'pasmem' MEIO MILHAO de reais a um unico juizinho 'MIRCO' . E talvez, e tao somente talvez, o dinheiro sobre.

  • Coyote | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 23h21
    77
    9

    Realmente está desanimador a Governança atual. Sobre o PJ ter que fechar, existe uma enxurrada de processos para fornecer medicamentos que é competência do Estado fornecer (Relatório do NAT). Todo início de ano, várias ações para matricular crianças nas escolas em decorrência da falta de vaga. Falta Polícia Militar e Civil. Há várias ações obrigando o Estado nomear Delegado e PMs nas cidades do MT. Então, não critique o Poder Judiciário, pq o Executivo está retendo o dinheiro e não sei onde está colocando. Sei que não é na Saúde, Segurança ou Educação. Sem contar as estradas que só foram construídas/reparadas onde tem pedágio. Pesquise, depois opine

  • Taques nem pra síndico | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 23h06
    47
    20

    Parabéns, pessoal!

  • Raimundo | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h44
    32
    56

    O Estado de MT está na iminência da falência desde o governo passado, agora este sindicato oportunista vendo a possibilidade de aparecer, vai acabar empurrando o pouco que resta para dentro do poço. Mas o seu está garantido né presidente do sindicato? Isto que importa.

  • Sociedade | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h39
    40
    160

    Pedrinho e o melhor governador que Mato Grosso já teve, homem honesto,honrado, eu votei e tenho orgulho de DIZER QUE VOTARIA NOVAMENTE NELE PARA GOVERNADOR OU PRESIDENTE DA REPÚBLICA...MEU GOVERNADOR PEDRO TAWUES O MELHOR

  • willyam | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h38
    51
    25

    Kkkkkkk, cinismo é muito para esse sindicalista! Imagina o executivo que tem segurança, saúde e educação, segundo ele deve se lascar com 90% de todo funcionalismo que atende toda a população, pois os tranquilo "marajás", que nadam em dinheiro no legislativo e judiciário, não podem ajudar diante da crise notória que nosso país enfrenta! Legislativo e judiciário aprendam com a crise, administrem melhor os recursos, economizem, reduzam gastos desnecessários!

  • Marc | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h33
    32
    2

    Vixi, danô!

  • Roger | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h31
    110
    28

    O governo de Pedro Taques é péssimo, mas a citada ação é vergonhosa também. O Judiciário e o MP pagam acima do teto em Mato Grosso e gastam dinheiro dos impostos, pagos pela população, com o imoral auxílio moradia para quem já recebe na casa dos R$ 30 mil ou mais por mês. Antes de reclamar ou de entrar com uma ação que pode matar pessoas nas filas dos hospitais, o sidicato deveria cobrar que o Judiciário cortasse na propria carne diminuindo suas despesas. O Judiciário brasileiro é caro e ineficiente e mesmo assim quer mais e mais dinheiro.

  • Weslei | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h25
    55
    55

    Vai trabalhar vagabundo!! Sindicalista é a pior raça que existe...um bando de encostado vagabundo

  • Escaldado | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h23
    58
    7

    O Botelho vai receber e colocar no vaso e dar descarga!!! Kkkkklkk vou assistir de camarote mais este espetáculo!!! Serà o segundo espetaculo apos o genial soltura do Gilmar abris

  • Fábio Frigery | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h20
    68
    29

    Já era hora, parabéns os Servidores estão com vcs. Fora Taques. Cadê os Deputados TCE MP e TJ.

  • maindan | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h19
    75
    8

    na moral nao vai virar nada! a chance do impechaman é na cpi dos fundos mas esses Deputados tudo cachorrinhos do Taques em vez de fiscalizar dizem amém pra tudo! Na moral se entra outro governador em três meses conserta essa lambança. Problema é incompetência administrativa

  • Cristiane | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h12
    58
    45

    Parabéns ao Sinjusmat!

  • Prof.Fernando Gonçalves | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h09
    78
    28

    Engraçado , juízes recebem vários benefícios não há nada de errada, com qual razão pretende esse sindicato ter moral com a sociedade, está na cara que não passa de politicagem.

  • P.R | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h07
    32
    7

    Que me lembre antes do Srº Governador Pedro Taques, apenas um outro Pedro o Pedrossian sofreu pedido de impeachment

  • alexandre | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h04
    27
    23

    Mas eu tenho direito a duodécimos super estimados...

  • Magna | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h03
    56
    54

    Sai fora picareta vai pra iniciativa privada ver o que é bom pra tosse ganham muito e não fazem nada.

  • Raimundo | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h02
    74
    46

    A ineficiência do Poder Judiciário de MT só demonstra que não faz falta nenhuma, deveria ser fechado definitivamente, e aplicando os recursos que seriam desperdiçados com o PJ para educação, saúde e infraestrutura. A população agradeceria.

  • alexandre | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h02
    41
    19

    Fecha às torneiras de vez, o executivo vai entrar em greve, acabou duodécimos pra mega salários nos Poderes. O sindicato é agente capaz pra propor sequestro em contas de um dinheiro que não é dele ?

  • Ralf | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 21h56
    57
    29

    Tem que fazer uma devassa nas contas desses sindicatos. Que recolhe milhões do trabalhador. Ta na hora de abrir as caixas pretas dss contas desses sindicatos tambem

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS