07 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 22h:26 | Atualizado:

OBSTRUÇÃO NA ARARATH

STF manda soltar conselheiro do TCE que desceu 16 andares para sumir com R$ 460 mil em cheques

Waldir Teis ficou 1 mês preso; defesa alegou que ele explicou origens de cheques e que pertence a grupo de risco para Covid-19


Da Redação

waldirteis.jpg

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Tófoli, concedeu na noite desta sexta-feira (31) um habeas corpus ao conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Waldir Júlio Teis. Ele foi preso em 1º de julho acusado de obstruir a Justiça nas investigações da Operação Ararath.

A decisão de Tófoli ocorre no último dia do plantão judiciário da Suprema Corte. A ordem atendeu pedido do advogado Rodrigo Mudrovitsch.

Waldir Teis foi, junto com outros conselheiros afastados do Tribunal de Contas, alvo da Operação Gerion - a 16ª fase da Ararath - no dia 17 de junho. Esta fase da operação investigava a "lavagem de dinheiro" da propina supostamente paga pelo ex-governador Silval Barbosa aos conselheiros do TCE.

Na ocasião, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão em escritório ligado a sua família, ele tentou "sumir" com cheques que estavam no local.

Na "surdina", o conselheiro desceu 16 andares de escada do prédio comercial onde se localizava o escritório. O que ele não contava era que um policial federal percebeu a ação e o acompanhou.

No térreo, Teis tentou dispensar os cheques numa lixeira, mas acabou abordado pelo policial. Segundo as informações, eram R$ 460 mil cheques.

No fim de junho, o conselheiro foi denunciado e no dia 1º deste mês acabou preso por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Desde então, ele está detido no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), numa cela de Estado Maior.

Dias após o conselheiro ser preso, sua defesa ingressou com habeas corpus no próprio STJ. A alegação é de que ele já havia esclarecido a origem dos cheques para a Polícia Federal e que eles não tinham relação com as investigações da Operação Aratath.

Além disso, argumentou que o conselheiro era do grupo de risco para o novo coronavírus. Ele tem 66 anos e teria outras comorbidades.

O pedido estava sob análise do STJ, que pediu parecer da Procuradoria Geral da República antes de tomar uma decisão. Diante da demora, a defesa recorreu ao STF, que deu uma decisão favorável ao conselheiro nesta sexta-feira.

A defesa de Teis tenta cumprir a decisão ainda nesta noite. O alvará de soltura deve ser encaminhado para a Justiça Federal de Mato Grosso e um oficial de Justiça será designado para ir ao CCC dar cumprimento à ordem.



Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • CLOVIS | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 20h43
    0
    0

    stf é o santo protetor dos corruptos

  • pj | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 13h52
    5
    0

    STF - Solta tribunal federal....

  • Márcio | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 12h03
    3
    0

    O STF tornou-se sinônimo de impunidade. Todos, os ricos que lá recorrem, pois, pobre não dispõe de recursos para pagar advogados para recorrem lá, são beneficiados. Veja o caso do terceiro colocado para o Senado em 2018. Ele não teria direito a assumir a vaga de senador, porém, após contratar o famoso advogado petista, amigo do Tóffoli, assumiu a vaga de senador. Por isso que nenhum senador de MT, todos devem favor aos ministros do STF, se recusam assinar o impeachmant dos nobres ministros. Quem tem o rabo preso, tem que se submeter.

  • walter liz | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 10h59
    3
    0

    E o STF preocupado com Internet, Facebook, estamos no Mato sem cachorro com essa " justiça "

  • Indignado | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 09h28
    2
    0

    O cara estuda pelo menos 5 anos, 12 horas por dia, abre mão da convivência da família e amigos para ser juiz federal, pessoa que em tese tem que ser extremamente gabaritada e preparada para o cargo. Porém, de outro lado vem um elemento que entrou pela porta dos fundos, Deus sabe lá como, porque foi coisa do diabo, e faz esse tipo de presepada. E o pior, se criticamos corremos risco de ser preso e ter avisa devassada por outros parceiros desse cidadão. Triste Brasil que ainda sofre com o estrago deixado pelo PT.

  • Raimundo | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 09h23
    3
    0

    Lamentável e revoltante, essa é nossa justiça de bosta.

  • Contribuinte | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 09h08
    1
    0

    Precisamos mudar a forma de escolha dos membros do STF. A escolha é meramente política. Deve ser composto por juízes de carreira.

  • Juca | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 08h47
    2
    0

    ANALISTA POLÍTICO: Ex PT. Tofolli agora é Bolsominiom de carteirinha. Bajulador do poder.

  • Zé Cuiabano | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 08h30
    2
    0

    Interessante, esquisito e preocupante essas decisões da "Justiça ". Se os cheques não tinham nada à ver com a Operação, porque o Digníssimo Conselheiro quis destruir? Heeeeeee Brasilllllll, neste país JUSTIÇA é pra quem tem dinheiro.

  • Joao | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 07h57
    4
    0

    STF que nojo

  • Luiz | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 07h44
    0
    1

    Indignado vc é bolsominion? Se a lei existe é para ser cumprida. Se é grupo de risco tem que soltar. O Queiroz tá de boa no AP dele que ele enquanto estava em Atibaia comprou 50mil de mobília. Com o salário dele ?? Só em MT que a turma lavajatista Selma e Cia que queriam aparecer para eleição. Chega dessa desordem.

  • José | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 07h01
    4
    0

    Será porque o teofoli não mandou os conselheiros devolver os 53 milhões delatado por sival quem vai devolver essa mixaria?

  • Jose Luiz | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 06h38
    3
    0

    O que dizer sobre isso. Assim caminha a humanidade!

  • Joao do porrete | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 05h40
    3
    0

    BLAIRO Maggi aliviado final de semana só churrasco Boa noite

  • Coveiro | Sábado, 01 de Agosto de 2020, 01h00
    3
    0

    Viva o PT. Maior ORCRIM Mundial... Se você é a favor você também é bandido. Que comece a contagem:

  • Brasil | Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 23h59
    6
    0

    Infelizmente o crime compensa no Brasil!!!! Uma vergonha,apesar q o EMANOEL PALETÓ foi flagrado surrupiando nosso dinheiro e continua perfeito,então esse conselheiro é lambari perto do prefeito!!!

  • Povo de Matogrosso | Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 23h32
    5
    0

    Pelo nível do STF to assustado com o tempo que demorou. Vixi pelo andamento daqui a pouco alguém bate em casa mandado pelos marcianos do supremo. Meu dinheiro continua bancando bandido.

  • Calibre.50 | Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 23h28
    5
    0

    A grana alta manda mesmo. Brasil é o paraíso da impunidade. PARABÉNS STF, POR MANTER O RITO TRADICIONAL DA JUSTIÇA. LUGAR DE BANDIDO PODEROSO É SOLTO E O POVO POBRE É PRESO.

  • Indignado | Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 22h49
    37
    2

    Toffoli, sempre no último dia, tá certo. Fico pensando a raiva do Juiz Federal que estudou tanto para ser Juiz Federal e tem que acatar uma ordem dessa.

  • Analista Político | Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 22h45
    36
    1

    Dias Toffoli o Supremo, que nunca passou sequer em um concurso e foi parar no STF por ser advogado do PT, do Lula, lamentável. Mas é isso, a Justiça Brasileira virou essa coisa.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS