08 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 21h:42 | Atualizado:

HOSPITAIS

Cuiabá aciona Justiça por fiscalização

luiz-antonio.jpg

 

A Prefeitura Municipal de Cuiabá irá solicitar à Justiça Estadual para que autorize ao  Município cumpra com uma premissa legal, que é a de fiscalização dos leitos do Hospital Estadual Santa Casa  e do  Hospital Metropolitano, instalado na cidade de Várzea Grande. Na tarde de hoje (01/6), a equipe da Central de Regulação Municipal foi impedida de cumprir com a atividade fiscalizatória.

Independente do período de pandemia do novo Coronavírus, Cuiabá possui contratualização com esses hospitais, o que lhe respalda a adoção da medida. O processo de regulação dos pacientes do Serviço Único de Saúde (SUS) é feito por meio da gestão compartilhada entre Cuiabá (via Central de Regulação) e o Governo de Mato Grosso.

O secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, pondera que o ato de fiscalização se faz necessário considerando a crescente demanda pela rede na capital.  “A regulação dos pacientes é compartilhada e, sendo assim, não há impeditivo".

Ele explica que na manhã de hoje -  ao tentar realizar seu trabalho  -  a  equipe foi informada de que necessitaria de uma autorização superior para execução do processo. "A Prefeitura de Cuiabá sempre primou pela transparência das ações e, jamais inventamos leitos ou adotamos medidas que causassem prejuízos àqueles que mais necessitam. Nós recebemos a informação de que tanto na Santa Casa como no Metropolitano faltam leitos. Um dos fatores que nós causou estranheza é a sobrecarga de pacientes do Estado no Hospital Municipal de Cuiabá de casos  não Covid e de positivados no Hospital de Referência, que atende exclusivamente aos pacientes do novo Coronavíurus. Mediante o maior volume nas demandas de nossas unidades de saúde determinei que a fiscalização fosse efetuada", explica o secretário.

Para resguardar os direitos da população, a Procuradoria do Município já trabalha em uma ação para garantir o cumprimento do que é inerente à gestão compartilhada. “Nosso principal interesse é resguardar o cidadão”, finaliza.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Anonymus | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 09h24
    0
    0

    Paletó II o Retorno

  • VILMA | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 08h43
    0
    0

    Emanuel Pinheiro deveria cuidar do municipio, pra isso foi eleito, mas ele faz o contrario, superfatura as obras e depois quer acionar quem? FORA PALETÓ, FORA EMANUEL.

  • Bolsonaro | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 08h21
    0
    0

    Sera que mexeu no paleto? #forapaletó

  • Ggm | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 08h19
    0
    0

    Essa guerrilha quem perde e a população carente. Alô MPF!!!

  • Analista Político | Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 22h42
    5
    0

    A Polícia Federal vai baixar em Cuiabá, é questão de tempo, lamentável.

  • Tereza | Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 22h27
    5
    1

    Virou piada dos nossos gestores um fiscalizando o outro, mas eu gostaria de saber onde foi aplicado os 41 milhões que o município recebeu para aplicar na pandemia, isso o estado está mostrando muito mais, Sta casa e hospital metropolitano está c atendimento muito bom, queria ver os leitos que município está oferecendo para pacientes c covid e o que estão ajudando os servidores da área de enfermagem infectadas pelo covid19

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS