12 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 10h:40 | Atualizado:

FECHA TUDO

Cuiabá implantará lockdown se perder controle de casos da Covid

Prefeito defendeu flexibilização das medidas, pois é preciso "conviver com vírus"


Da Redação

cuiaba-vazia.jpeg

 

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) declarou nesta sexta-feira que não descarta adotar o “lockdown”, que são regras rígidas de isolamento social e proíbem o deslocamento de pessoas. Segundo o chefe do Executivo Municipal, a medida pode ser implantada se os casos de Covid-19 saírem do controle. “O lockdown ou toque de alerta com medidas restritivas só se houver um descontrole total e os casos começarem a sair fora da margem de 7% ou 8% ao dia, ou bem mais acima disso. Cuiabá já vive uma nova fase. É hora de conviver com o vírus. Eu não posso trancar a população em casa até o final do ano. A população precisa trabalhar e ganhar o seu sustento”, explicou. 

Apesar de admitir uma possível regressão, Emanuel esclareceu que o atual o cenário pandêmico na capital permitiu iniciar a retomada comercial “lenta, gradual e segura”. Nas últimas semanas, o gestor liberou o funcionamento do comércio e serviços e nesta semana foram reabertos os shoppings.

Na próxima semana, voltam a funcionar bares e restaurantes. Na capital, já são 1.275 casos confirmados e 31 mortes da doença. “Feito o período de isolamento, feito o dever de casa, quase 90 dias a cidade travada, é hora do período da convivência com o vírus. Não adianta só cobrar do prefeito. É hora de cada um fazer sua parte. Cuiabá apresenta os melhores números do Estado. Está entre as melhores taxas de incidência de Covid-19 e entre as três capitais com o menor número de óbitos do país. Com base no boletim do Ministério da Saúde, conseguimos promover a retomada gradual e segura das atividades econômicas”, complementou. 

Apesar disso, o prefeito cuiabano não escondeu a preocupação com as Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que podem entrar em colapso nos próximos dias. Segundo ele, com o aumento dos números de casos no Estado, o sistema de saúde pode ser superlotado, já que pacientes de outros municípios devem ser transferidos a capital. 

Atualmente, na rede hospitalar há uma ocupação de 124 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 78 na UTI e 46 em enfermaria. “Os leitos de UTI são prioridades. Então, se você ver Cáceres, Sorriso, Sinop colapsou e vai vir todo mundo para cá. O vírus está interiorizando. Cuiabá tem 650 mil habitantes e com Várzea Grande aqui do lado é 1 milhão. Até um certo ponto, estamos no controle, mas a guerra não está vencida e todo cuidado continua sendo pouco”, finalizou. 

VÁRZEA GRANDE

No ínicio dessa semana, o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, também admitiu que o município já estuda adotar “lockdown” com medidas mais rígidas de isolamento social na cidade metropolitana. O assunto começou a ser discutido pelo Executivo diante do relaxamento da população que tem dificuldades em respeitar o isolamento social. 

A estratégia já foi adotada por 18 cidades do Brasil nos estados do Maranhão, Pará, Ceará, Amazonas, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Na segunda-feira (11), duas cidades na região metropolitana no Rio de Janeiro. 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • PANTOMIMA | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 16h55
    2
    0

    SEGUNDO A MIDIA EP JÁ SUSPENDEU A VERBA INDENIZATÓRIA. FALTA O GOVERNO MM E ALMT.

  • Benedito | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 12h48
    2
    1

    O Sr já andou na Getulio Vargas e viu quantos estabelecimentos quebraram? O Sr já fez a matemática de quantos estão quebrando e mendigando porque não tem daonde tirar. Muito mais que esses doentes? Agora é a famosa frase: você escolhe supostamente morre de ingerência do Covid ou de fome? Muito maior os números de quem está nessa situação e Cuiabá humanizada não tem como acolher nem um lado e nem o outro?Agora pisaram no maxixe de vez.

  • Onil | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 10h59
    8
    3

    E é óbvio que acontecerá. Abrindo shopping, camelô....

  • Analista Político | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 10h48
    12
    0

    Queremos saber das UTIs Mané Paletó, lamentável.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS