13 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Sábado, 06 de Junho de 2020, 11h:27 | Atualizado:

TRAGÉDIA FAMILIAR

Dez dias após morte do pai, filha também perde a vida para Covid em MT

Lígia Suely Lopes é de Alto Araguaia e morreu na Santa Casa de Rondonópolis

ligia.jpg

 

Lígia Suely Lopes, 43 anos, é a mais nova vítima do novo coronavírus em Mato Grosso. Moradora de Alto Araguaia, ela foi a óbito neste sábado (6), na Santa Casa de Rondonópolis.

Lígia era filha do aposentado Joaquim José de Oliveira, que morreu da Covid-19 em 26 de maio. Ela internou no mesmo dia em que o pai foi a óbito e, neste sábado, acabou não resistindo e morreu.

Assim como Joaquim, o corpo de Lígia foi enterrado em Rondonópolis, já que o decreto do governo do estado proíbe o translado em casos de morte suspeita ou confirmada por Covid-19. Também não foi realizado velório.

Segundo a prefeitura de Alto Araguaia, Joaquim e a filha moravam com outras oito pessoas e a família foi testada. Ao menos outras quatro pessoas foram diagnosticadas com a doença. Todavia, nenhum outro precisou ser internado e cumprem isolamento domiciliar.

Com mais esta morte, Mato Grosso chega a 92 óbitos pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. Os casos confirmados da doença já são 6.568.

Dos 3.568 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.100 estão em isolamento domiciliar e 1.145 estão recuperados. Há ainda 232 pacientes hospitalizados, sendo 114 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 118 em enfermaria. 

 

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS