07 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 16h:55 | Atualizado:

Gaúcha do Norte decreta luto pela morte de 3 pioneiros

A Prefeitura de Gaúcha do Norte, a 595 km de Cuiabá, decretou luto oficial pela morte de três pioneiros do município nessa quinta-feira (20). Eduardo Erédia, de 71 anos, e Joaquim Brito, 76 anos, foram vítimas da Covid-19. Já Nelson Machado, de 64 anos, morreu em decorrência do câncer.

O prefeito Voney Rodrigues Goulart (SD) lamentou a morte dos moradores.

“Foram grandes homens, enfrentaram muitas batalhas como cidadãos, desenvolveram preciosos trabalhos à comunidade de Gaúcha do Norte e foram exemplos de dedicação à família, ao trabalho e a comunidade”, disse.

Na quinta-feira, ficaram suspensas todas atividades da prefeitura, exceto Hospital Municipal que atendeu em regime de plantão casos de urgência e emergência.

Nelson Machado

Nelson Machado estava em tratamento de um câncer e passou pela primeira quimioterapia e há alguns dias deu entrada na UTI. Ele morreu em Sinop, no norte do estado. No entanto, o corpo foi transferido para Gaúcha do Norte para ser velado na Câmara de Vereadores.

Ele chegou ao município na década de 80. Desde então, esteve envolvido em eventos da cidade. Ele fazia parte da diretoria da igreja católica há muitos anos, um dos seus sonhos era ver a nova matriz construída.

Eduardo Aparecido Eredia

Eduardo onde trabalhava com pecuária desde 1988 quando se mudou para Nova Aliança.

Segundo a prefeitura, recentemente ele apresentou sintoma de gripe e sensação de cansaço e passou a ser acompanhado pela equipe de saúde de Gaúcha no dia 17 de julho.

No dia 19 ele foi encaminhado para tratamento em Rondonópolis. Diagnosticado com Covid-19, ficou internado na UPA por cinco dias. No dia 25, ele deu entrada na UTI da Santa Casa, onde foi entubado e ontem morreu.

Joaquim Brito de Santana

Joaquim Brito foi diagnosticado com Covid-19 por meio de teste rápido no dia 19. O idoso apresentou sintomas graves logo no início e foi hospitalizado em Gaúcha do Norte. Dias depois, foi transferido ao Hospital Regional de Água Boa e, posteriormente, para a Santa Casa em Cuiabá onde estava na UTI.

Há mais de 30 anos na comunidade de Nova Aliança, Joaquim trabalhava como pecuarista e era bastante conhecido na região. Gostava de receber os amigos em sua propriedade e sempre contribuindo com os eventos da comunidade.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS