09 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 01 de Maio de 2014, 09h:10 | Atualizado:

CULPA E NEGLIGÊNCIA

Justiça condena Big Lar a indenizar cliente "atropelada por carrinho"


Da Editoria

big-lar.jpg

 

A rede de supermercados Big Lar terá que pagar R$ 2 mil de indenização por dano moral a cliente R.L.R por não prestação de socorro. É que o prevê decisão do juiz da 20ª Vara Civel de Cuiabá, José Arimatéa Neves da Costa, dada no último dia 16.

De acordo com autos do processo, em agosto de 2010, a cliente que é idosa foi "atropelada" por um carrinho de compras com uma criança de sete anos que apostava corrida com outro menor nas dependências do supermercado. Após o impacto, R.L.R caiu no chão ficando com vários hematomas e, ao solicitar a ajuda do gerente da unidade, não foi prestado nenhum tipo de atendimento.

Inicialmente, a cliente solicitou uma indenização de R$ 20 mil pelo transtorno provocado pelo acidente dentro do supermercado. Em sua decisão, o magistrado destacou o Código de Defesa do Consumidor que prevê as regras na relação entre consumidor e fornecedor de serviços.

"Observo, nessa linha de raciocínio, que a autora estava no estabelecimento comercial na qualidade de consumidora e como tal foi lesionada fisicamente pela ação do terceiro que negligentemente permitira ao infante empurrar o carrinho de compras, mas igualmente negligente o supermercado réu quando descuidou-se de sua obrigação de cuidado objetivo ao permitir o desiderato irresponsável do terceiro", argumentou José Arimatéa Neves da Costa, ao acrescentar que "nesta toada, a indenização por dano moral é, portanto, resultado lógico da responsabilização que persegue a autora, por se tratar de obrigação atinente à requerida porque incorreu em culpa".

 

 



Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Viviane | Sexta-Feira, 02 de Maio de 2014, 14h38
    0
    0

    E os pais dessa criança, não serão punidos também? porque os funcionários até poderiam tentar falar com os pais, mas a arrogância e prepotência dos mesmos não deixam que chamem a atenção de seus filhos mal educados.

  • fuifuo | Quinta-Feira, 01 de Maio de 2014, 20h33
    0
    0

    corrida de carrinho só faltava essa torcedora entra na pista kkkkkkkk

  • Nego Preto | Quinta-Feira, 01 de Maio de 2014, 15h07
    0
    0

    Sou totalmente leigo, graças a Deus. No entanto, creio que a culpa maior seja dos pais dessas crianças, que empurravam carrinho no supermercado. Não querendo defender o estabelecimento, observo que é bastante constrangedor chamar atenção de crianças se estão acompanhados dos pais ou responsáveis. Vi isso ocorrer numa loja de calçados e a mãe do pestinha, que estava importunando a todos, armou o maior barraco.

  • Luiz Claudio | Quinta-Feira, 01 de Maio de 2014, 10h32
    0
    0

    Axo dificil ter acontecido isso, o BigLar é referencia em atendimento ... mas enfim, e cade esses muleque q tavam apostando corrida dentro do mercado.. bom de dar uma surra de galho de goiabeira neles e fazer o pai deles pagar a conta!!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS