Cidades Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 08h:26 | Atualizado:

Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 08h:26 | Atualizado:

INVESTIMENTO DE R$ 17 MI

MT inaugura colégio modelo em Cuiabá com capacidade para 1,7 mil estudantes

Trata-se da primeira de 5 escolas projetadas em sistema modular

Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

colegio-modelo-CPA

 

O Governo de Mato Grosso inaugura, nesta quinta-feira (20.06), o Colégio Estadual Integrado Ilza Therezinha Picolli (CEI), na região do CPA, em Cuiabá. Essa é a primeira das cinco escolas projetadas no Sistema Modular de Superestrutura em Pré-Moldados construídas pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

Com capacidade para atender cerca de 1.700 estudantes do ensino fundamental e médio, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA), a unidade recebeu um investimento de R$ 17,2 milhões. 

A escola possui 24 salas de aula, laboratórios 4.0, piscina semiolímpica, quadra poliesportiva, vestiários, Smart TVs e Chromebooks para os estudantes. A arquitetura do prédio proporciona a entrada de luz natural e ventilação constante nos corredores. A acessibilidade é garantida em todos os ambientes internos e externos.

Além da Escola Estadual Ilza Therezinha Picolli Pagot, outras quatro unidades serão construídas em Cuiabá e uma em Várzea Grande, no Bairro Padre Aldacir, região do Capão Grande. Todas as escolas seguem o mesmo projeto arquitetônico e serão denominadas como Colégio Estadual Integrado (CEI) - novo modelo de escola que complementa o sistema educacional existente.

Estas construções levam aproximadamente 180 dias para serem concluídas, reforçando o compromisso do Governo do Estado com a educação de qualidade. Ao todo, as cinco unidades irão atender 7 mil estudantes de mais de 50 bairros de Cuiabá e Várzea Grande, com investimento de R$ 84,2 milhões.

colegio-modelo-CPA

 

Pelo projeto SER Família + Educação, desenvolvido pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, a escola busca promover um ambiente colaborativo que ofereça educação integral, apoio psicológico e social, além do envolvimento da família e da comunidade. 

A escola proporcionará atividades esportivas como natação, basquete, vôlei, futebol e handebol em espaços modernos e adequados, além de preparar os estudantes para o futuro, com práticas voltadas para o mercado de trabalho.  As atividades extracurriculares contarão com clubes de leitura, teatro, dança, música e workshops, proporcionando uma educação completa e diversificada.

Segundo o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, as cinco unidades do CEI representam o novo perfil educacional adotado na rede estadual. “Iniciamos uma nova fase com o respaldo das evidências e das boas práticas conquistadas a partir de 2019 e, de forma mais evidente, desde 2022 com a implementação das políticas do Plano EducAção 10 Anos. Todos compreenderam as propostas que vão colocar a nossa rede entre as cinco redes públicas mais bem avaliadas no país até 2032”, afirmou.

As outras quatro unidades do CEI são construídas nos bairros Pedra 90 e Doutor Fábio, também em Cuiabá, e no Padre Aldacir, em Várzea Grande. A previsão de conclusão é ainda este ano.





Postar um novo comentário





Comentários (8)

  • Cristiane

    Quinta-Feira, 20 de Junho de 2024, 22h16
  • Gostei muito ... mas seria melhor ainda se fizessem uma escola desta, no terreno que tá mil anos sem nada. Do lado da USB do Jd imperial Cuiabá
    0
    0



  • Aurélio de Almeida

    Quinta-Feira, 20 de Junho de 2024, 15h46
  • Parabéns Governador!exelente obra e vai ajudar bastante, espero que nessas novas obras os engenheiros tenham pensado em estruturas que não deixem espaço para pombos entrar e proliferar ,Os pombos Estão invadindo nossos espaços publicos . Outro detalhe bastante importante, é construir os banheiros proximos da coordenação e diretoria, para que os menores não fiquem matando aula e fasendo bagunça nos mesmos.
    4
    1



  • REIS

    Quinta-Feira, 20 de Junho de 2024, 09h24
  • Bota essa gurizada desoupada para estudar e trabalhar, e tem que colocar agentes de segurança, pois infelizmente os jovens viraram tudo animais e não tem jeito, tem que ser no pau, não adianta vir com papinho, psicologo, e blablabla, brasileiro é um bicho selvagem, geração perdida e para isso tem que ter policiais no local.
    7
    4



  • Evangelista

    Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 21h38
  • Cuiabá é quente mas as quadras são cobertas ta e esses investimentos vão trazer ótimos resultados na vida das crianças e jovens que contribuirão muito com nosso estado
    5
    2



  • Anderson

    Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 20h20
  • Estrutura descartável. Equivalente a climatizar conteineres e enfiar crianças lá dentro. Será que as escolas "geridas" pelos militares serão construídas nesse mesmo conceito?
    3
    4



  • Ildo

    Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 15h29
  • Conceito de construção totalmente errado, vivemos num Estado extremamente muito quente, os projetos deveriam ocupar menos espaços e totalmente climatizado, impossível praticar esportes durante o dia , muito desperdício de dinheiro público para pouco resultado
    8
    7



  • educação melhor investimento mesmo

    Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 14h21
  • Deveriam construir uma entre cuiabá e v.gde na região central, investir em educação esportes vai atrair os jovens e evitar que ingressem na criminalidade trazendo desenvolvimento em vários aspectos para as pessoas e para o estado, mais educação mais progresso
    13
    2



  • Ray Santos

    Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024, 13h57
  • E uma pena o estado gastar tanto recursos públicos para uma clientela ( que só vão para bagunçar) e que vai depredar essa estrutura linda e maravilhosa. parabéns ao governo do estado pela obra...
    6
    13









Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet