17 de Junho de 2019,

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 17h:35 | Atualizado:

TERRA A VISTA

Ex-servidora faz nova delação em MT

dema.jpg

 

Delatora na “Operação Dríade”, a ex-servidora comissionada da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) Juliana Aguiar da Silva agora firmou outro acordo de delação premiada. Ela foi alvo da “Operação da Terra a Vista”, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil (PJC), nesta quarta-feira (13).

De acordo com uma fonte do FOLHAMAX, Juliana está desde o início da manhã desta quinta-feira (14) no Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), delatando todos os esquemas ambientais dos quais tem conhecimento, entregando nomes, modus operandi, e outros detalhes. Segundo informações, ela não está nem um pouco contente com fato de ser alvo de operação pela segunda vez enquanto outros envolvidos de "alta patente" gozam de não serem investigados.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • XOMANO | Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 09h16
    4
    0

    o MP conseguiu PROSTITUIR A TAL DELAÇAO....agora todo mundo que tá ferrado, com provas robustas, resolve CONFESSAR O OBVIO, e ganha o benefício da DELAÇAO....SILVAL QUE O DIGA...JÁ ESTÁ LIVRE E RYCU.....

  • Dona Matilde | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 21h26
    19
    0

    Ea criança! Quem é o deputado dono da Sema?

  • Eleitor | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 18h02
    28
    4

    Parabéns a senhorita Juliana pela postura de delatar os demais envolvidos no esquema, porque errar é humano agora é preciso assumir e colaborar com a justiça e entregar os demais membros dos esquemas. Espero que ela entregue o deputado madeiro porque todos sabem que ele é quem dá as cartas na questão ambiental dentro da SEMA....Policia Federal deveria compartilhar das investigações....

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS