22 de Outubro de 2019,

Entrelinhas

A | A

Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 14h:00 | Atualizado:

GRAMPOLÂNDIA

Jornalista será assistente em ação

GRAMPOLANDIA.jpg

 

Vítima do esquema ilegal de escutas ilegais montado pelo governo do Estado, a jornalista Larissa Malheiros irá atuar como assistente de acusação no processo derivado da chamada Grampolândia Pantaneira. A decisão partiu do juiz João Bosco Soares da Silva, que deferiu o pedido de habilitação feito pela própria ao juízo da Décima Primeira Vara da Justiça Militar. A decisão é do dia 11 de setembro, mas foi publicada no Diário Oficial da Justiça somente nesta segunda-feira (16). Além de Malheiros, a deputada estadual Janaina Riva (MDB) também atuará como assistente de acusação pelo mesmo motivo nos idos de 2015, quando a primeira trabalhava como assessora do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Várzea Grande. Na investigação da PM, ela recebia o codinome de “possível PM Capanga”. O julgamento dos militares suspeitos será iniciado em novembro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS