18 de Outubro de 2019,

Mundo

A | A

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2014, 11h:07 | Atualizado:

Sequestrador é detido após desviar avião etíope

As autoridades suíças detiveram o sequestrador de um vôo da Ethiopian Airlines, que foi forçado a pousar no aeroporto internacional de Genebra nesta segunda-feira. A polícia informou que todos os passageiros saíram ilesos.

O avião ia da capital eítope, Adis Abeba, para Roma. Os passageiros deixaram o avião estacionado perto do final da pista e foram revistados pela polícia, antes de embarcar em um ônibus, disse uma testemunha à Reuters .

A polícia do aeroporto disse que a situação estava "sob controle" depois que o vôo 702 ET tinha sido desviado de seu destino original de Roma. Mais cedo, a companhia aérea informou que o vôo da capital etíope, Adis Abeba, tinha sido "forçado a proceder" para Genebra.

A polícia suíça não identificou imediatamente o sequestrador. Um porta-voz do governo etíope, Redwan Hussein, disse à Reuters que o vôo tinha feito uma parada programada na capital sudanesa Khartoum, onde, segundo eo porta-voz, o seqüestrador ou seqüestradores poderiam ter embarcado no vôo.

Mas, após isso, foi identificado que o sequestrador era o copiloto do avião. O homem, de 31 anos, disse que se sentia ameaçado em seu país e sequestrou o vôo para pedir asilo político na Suíça.

A televisão estatal etíope disse que havia 193 passageiros a bordo da aeronave, incluindo 140 italianos.

O breve drama em Genebra nesta segunda-feira causou o cancelamento de alguns voos de curta distância e outros voos de chegada foram desviados para outros aeroportos. Centenas de passageiros com reserva em voos interrompidos precisaram alterar os seus bilhetes .

Em 1993, um etíope usou uma arma escondida em seu chapéu para seqüestrar um avião de passageiros alemão com destino a Nova York. Mais tarde ele foi condenado a cumprir 20 anos em uma prisão dos EUA.

Dois anos mais tarde, a polícia da Grécia dominou um seqüestrador etíope que colocou uma faca na garganta de uma aeromoça da Olympic Airways e exigiu asilo político.

Pelo menos 50 pessoas morreram quando um avião de passageiros da Ethiopian Airlines sequestrado caiu no Oceano Índico em 1996. Em 2001, doze estudantes etíopes sequestraram um avião que transportava cerca de 60 pessoas e voava para o Sudão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS