08 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 18h:58 | Atualizado:

CRIME BRUTAL

Dupla é indicada por matar e enterrar corpo de homem em Cuiabá

Severino Messias Santos foi morto a facadas e enterrado no quintal de casa

severinomessias.jpg

 

A Polícia Civil, em investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá concluiu o inquérito da morte de Severino Messias Santos de 56 anos, ocorrida na Capital, em maio deste ano, e indiciou os dois suspeitos por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. O delegado responsável pelo inquérito, Caio Fernando Albuquerque, também representou pela conversão das prisões temporárias em preventivas dos investigados.

Os dois homens, de 28 e 18 anos, também foram indiciados por furto qualificado pelo concurso de pessoas. Após praticarem o homicídio, eles levaram da casa da vítima pertences como aparelhos eletrônicos, celular e botijão de gás.

A vítima foi atacada pelos dois autores do crime dentro de sua residência, no bairro Três Barras, na Capital. Ele foi ferido com diversas perfurações de arma branca (faca). Depois, o corpo foi enterrado, sem roupa, pelos dois criminosos, em uma cova rasa nos fundos da residência. O corpo foi encontrado após vizinhos sentirem mau cheiro vindo da casa e acionar a polícia, na tarde do dia 24 de maio.

Investigação e prisões

Após as investigações realizadas pela DHPP, os dois suspeitos pelo crime foram presos temporariamente no dia 9 de junho, em cumprimento a mandados judiciais decretados pela 12ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

Durante a apuração do crime, um dos suspeitos foi ouvido pela Polícia Civil e assumiu a autoria do homicídio.

Conforme o delegado Caio Albuquerque, a vítima foi morta por motivo fútil e com emprego de recurso que impossibilitou sua defesa. “No momento em que foi morta, a vítima encontrava-se nua em seu quarto, sem antever o que lhe ocorreria, quando foi surpreendida pelas inúmeras facadas”, disse o delegado.

Os policiais civis prenderam os envolvidos em suas residências, no mesmo onde ocorreu o crime.  Na casa de um dos presos (de 18 anos) também foi apreendido um aparelho celular roubado de uma mulher no bairro CPA 4.

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS