31 de Março de 2020,

Artigos

Polícia

A | A

Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 11h:35 | Atualizado:

INVESTIGAÇÃO

Padre acusado de assediar fieis é afastado de igreja em MT


G1-MT

Reprod.

Padre estupro MT / Folhamax

 

O padre Vailto Venâncio Filho, da paróquia de Carlinda, a 724 km de Cuiabá, foi afastado de suas funções após denúncia de assédio sexual sofrido por duas vítimas.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para apurar a denúncia. Um vídeo da câmera de segurança da igreja mostra o padre dando um tapa na bunda de uma funcionária do local. Ela e outra funcionária denunciaram que o padre as assediava e queria manter relações sexuais com elas.

A Diocese Sagrado Coração de Jesus, de Sinop, a 503 km da capital, determinou o afastamento imediato do padre Vailto do ofício de pároco e sua saída imediata da Paróquia.

De acordo com a diocese, uma comissão vai conduzir um Procedimento Administrativo instaurado na Mitra Diocesana.

Uma nova pessoa foi nomeada para assumir a coordenação das atividades pastorais e outro padre irá conduzir as missas até a posse do novo pároco.

O vídeo

As imagens mostram o investigado em uma sala com uma das funcionárias. Eles conversam e ela sai andando na frente dele, até que ele dá um tapa nas nádegas dele e eles começam a discutir. Depois outra mulher entra no local.

O delegado Pablo Carneiro, que responde pelo município, já ouviu as duas vítimas. As vítimas criaram coragem de denunciar depois que a imagem foi gravada pelas câmeras.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS