28 de Março de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 18 de Agosto de 2014, 14h:23 | Atualizado:

Candidata apresenta declaração com arrecadação "zero"

A candidata a deputada estadual Adriana Vandoni (PDT) declarou arrecadação zero na primeira parcial da prestação de contas, divulgada na última quarta-feira, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT). O fato inclusive gerou muita preocupação da Coligação Viva Mato Grosso - PSD, que ingressou com uma representação no TRE.

A coligação do PSD pleiteava uma notificação contra Vandoni em caráter liminar, o que foi recusado pela relatora do processo, a juíza eleitoral Ana Cristina Mendes. No entanto, a magistrada determinou que em um prazo de 48 horas, a economista explique a ausência de prestação de contas na 1ª parcial.

A assessoria jurídica de Vandoni esclareceu que não houve “ausência” de prestação de contas. Sendo que o documento foi protocolado na Justiça Eleitoral, no sábado (2), as 10h45, portando dentro do tempo determinado, conforme documento anexo.

A candidata diz que já esperava por essa chuva de representações da coligação do PSD, mas que conta com competentes equipes para dar todas as respostas que forem solicitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral, que cumpre o seu papel. “E cumpre muito bem. Precisamos aqui dar os parabéns ao TRE, que inclusive por decisão unânime de negou o registro de candidatura ao candidato ao governo do PSD”, elogiou Vandoni.

Adriana reforça que as diárias representações da coligação do PSD, tentam impedi-la de exercer seu legítimo direito de disputar a eleição, mas que ela segue firme em sua determinação de se colocar ao lado do cidadão para mudar Mato Grosso e resgatar o estado de mãos mal intencionadas. “Seguimos firmes com uma campanha modesta e conceitual. Quero ganhar votos das pessoas que junto de mim acreditam que a política pode e deve ser feita por pessoas honestas e que querem ter, como eu, um estado que produza mais que escândalos e desvios de recursos públicos”, explicou.

Por outro lado, diz Vandoni, “Estranho que eu já tenha recebido mais representações do PSD que o nosso candidato ao governo Pedro Taques. Devo incomodar muito o candidato do PSD, que ou está com foco errado, disputando o governo e brigando com uma candidata a deputada estadual. Acredito que deve temer que eu entre na assembleia e bata de frente com quem deve defender seus interesses”.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS