17 de Janeiro de 2020,

Política

A | A

Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 10h:05 | Atualizado:

PERDA DO CARGO

Estado exonera delegada que orientou empresário a recuperar produtos "piratas"

Anaíde Barros estava lotada na Delegacia do Adolescente, em Cuaibá


Da Redação

anaidebarros.jpg

 

O governador Mauro Mendes (DEM) decretou a perda do cargo da delegada da Polícia Civil, Anaíde Barros de Souza. Atualmente, ela estava lotada na Delegacia Especializada do Adolescente, em Cuiabá.

O decreto do governador atende uma decisão judicial.  Apesar de publicada no Diário Oficial de hoje, a perda do cargo é retroativa a 28 de fevereiro deste ano. 

“Considerando a decisão judicial proferida nos Autos nº 11080-62.2006.811.0003, constante no Processo nº 512142/2019 da Polícia Judiciária Civil, resolve determinar a perda do Cargo Público, a partir de 28 de Fevereiro de 2019, o servidor Anaíde Barros de Souza, RG. nº XXXX SSP/MT, do cargo de Delegado de Polícia”, diz a publicação.

A decisão que embasou a saída da delegada Anaída Barros da Polícia Civil é do juiz da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Rondonópolis (216 KM de Cuiabá), Francisco Rogério Barros. Ela foi assinada em outubro deste ano.

A ex-delegada é suspeita de “trocar” produtos piratas apreendidos pela polícia pelos seus equivalentes originais. A sentença atende a uma denúncia do Ministério Público do Estado (MP-MT). De acordo com informações do órgão ministerial, policiais deflagraram uma operação que apreendeu CDs, DVDs e bolsas falsificadas no Shopping Popular de Rondonópolis. Todos os produtos apreendidos ficaram depositados na Unidade Regional de Criminalística do município, aguardando uma perícia para constatar a autenticidade, ou não, dos objetos. O episódio ocorreu em dezembro de 2005.

Conforme narra a denúncia, Nivaldo Santos teria se encontrado com a delegada Anaíde Barros, que estava de plantão. Ela teria orientado o “empresário” a adquirir produtos originais. De posse dos objetos autênticos, a própria servidora pública se dirigiu a Unidade Regional de Criminalística de Rondonópolis e realizou a troca dos materiais apreendidos, segundo o MP-MT.

De acordo com informações, o empresário Nivaldo Duque dos Santos também foi condenado na ação. Ambos ainda tiveram os direitos políticos suspensos por três anos, estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber incentivos e benefícios fiscais por igual período, além do pagamento de multa.

 

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • MARIA HELENA | Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 13h56
    0
    0

    Tem policiais civil que fez pior tá aí na delegacia. foi preso em flagrante extorquindo e com drogas.

  • Marcinho | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 21h01
    0
    1

    Vai fazer muita falta Dra..

  • sediclaur | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 16h17
    1
    3

    A reportagem diz que a delegada é suspeita de... Como alguém é demitido do serviço público por suspeita? Eu estou falando da reportagem mal feita.

  • Paolo | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 15h22
    7
    0

    Sem falar em uma outra treta q sumiu 2 kg de cocaína né dona.

  • Júlio verne | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 15h19
    6
    0

    Extremamente arrogante e mal educada. Se achava a tal. Tava bom dos repórteres policiais, que gostavam de puxar o saco dela, fazer uma reportagem como fazem com os bandidos pobres. Mas quem disse que tem coragem?

  • Marcelo - Pagador de impostos | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 14h59
    7
    0

    Não entendi, se ela foi exonerada retroativo a fevereiro, fiquei em dúvida. ela recebeu todo esse tempo? Caso ela tenha recebido, quem irá arcar com esse prejuízo ao erário?

  • Pagador de impostos | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 14h36
    6
    0

    Ninguém sai desse planeta devendo, aqui se faz aqui se paga e essa devia muito.Fazia prisões sensacionalista igual ex senadora Selma. Parabéns a justiça divina

  • alex | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 13h46
    15
    1

    Esse ano não foi bom para as mulheres de destaques em MT; Selma Arruda pulou; agora a DELEGA...... VIXI

  • Jones pica pau | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 13h09
    15
    1

    Xau querida, sentou na pica do saci.

  • Selva | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 12h43
    5
    0

    Pau neles

  • cidadão | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 10h55
    13
    0

    Deus sabe o q faz.... Arrogância teve limite.

  • Nestorina Caldas | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 10h17
    5
    9

    credo gente que triste. Eu gostava quando ela trabalhava serio pela dhpp ?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS