24 de Agosto de 2019,

Política

A | A

Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 20h:22 | Atualizado:

HOMOFOBIA PUNIDA

Ex-assessor de Bolsonaro tem 15 dias para pagar R$ 105 mil em MT

Caso pagamento não seja efetuado, ex-deputado federal terá bens bloqueados


Da Redação

BANDEIRA LGBT.jpg

 

O juízo da Vara Especial de Ação Civil Pública e Ação Popular determinou que o ex-assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, Victório Galli (ambos do PSL), pague em 15 dias os R$ 103.901,89 devidos como indenização por danos morais coletivos em ação movida pela Defensoria Pública de Chapada dos Guimarães por crimes de homofobia em 2017 e na qual ele foi condenado em maio passado a pagar R$ 100 mil, valor agora corrigido. A determinação do cumprimento da sentença foi proferida e publicada ontem (17) pela juíza Celia Regina Vidotti, também responsável por exarar a pena.

Caso o pastor e ex-deputado federal não o faça, seus bens serão bloqueados, advertiu a magistrada. Galli fora acusado de cometer atos homofóbicos mediante discursos de ódio cujos alvos são gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros em seus palanques eleitorais e na mídia utilizando-se para isso do, palavras da Defensoria, exercício regular de um direito: o de ter suas convicções religiosas e pessoais, de forma a atingir e ferir de morte a dignidade de um determinado grupo social que somente procura aceitação e, em caso de impossibilidade, respeito.

“Proceda-se a conversão do tipo de ação, para constar que se trata de cumprimento de sentença. Intime-se o requerido, por meio de seu advogado, via DJE para, no prazo de quinze  dias, pagar o valor do débito no montante de cento e três mil, novecentos e um reais e oitenta e nove centavos, conforme memória do cálculo juntado no evento. Consigne-se que decorrido o prazo sem pagamento, haverá incidência de multa de 10% (dez por cento) sobre os referidos valores e a expedição de mandado de penhora e avaliação, nos termos do artigo 523, parágrafos primeiro e terceiro, do Código de Processo Civil. Havendo manifestação ou decorrido o prazo, certifique-se e intime-se o requerente, mediante vista, para manifestação. Cumpra-se. Cuiabá, 17 de julho de 2019”, é a íntegra da decisão.

Ao final, Célia Regina Vidotti lembra ainda que quando estiver decorrido o prazo sem pagamento, haverá incidência de multa de 10% sobre o valor e a expedição do mandado de penhora e avaliação dos bens que serão apontados por sua defesa. Galli recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na mesma semana em que foi cientificado e, ao FOLHAMAX, disse que não é homofóbico, apenas tem convicções religiosas firmes.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • marcos | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 12h35
    2
    0

    COMO VOCÊS, DA FOLHAMAX, SÃO FILHOS DA PUTA E CANALHAS EM PUBLICAR IMAGEM DO EX-DEPUTADO COM O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. CANALHAS, MIL VEZES CANALHAS, COLOCA A IMAGEM DE LULA, DILMA E COMPANHIA COM INÚMEROS CONDENADOS BRASIL AFORA. AH, DEIXO DE ACESSAR ESSE SÍTIO LIXO A PARTIR DE HOJE.

  • Maria | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 12h25
    2
    0

    Quem vai pagar a multa e os idiotas da igreja dele com certeza

  • VITOR | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 10h25
    4
    1

    tomou no cu kkkkkkkkkk... Gostei otário

  • Peralta | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 10h09
    7
    2

    Si fufu falso moralista Galli. Chame os fiscais de kooo alheio para fazer vaquinha. Hipócrita.

  • Cidadão | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h57
    7
    3

    Gostei da foto! Dois dentro do armário!!! E jogaram a chave fora. Cuidado que alguém pode achar a chave!!!

  • Odilon Braga | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h50
    5
    2

    "Marcio", deixa de ser otário. Se ferrou mesmo, criminoso. Vai ter bens penhorados pra deixar de ser otário criminoso, homofóbico.

  • marcos | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h35
    4
    1

    KKKK SÓ O OCO, A UNICA MANEIRA DE PUNIR UNS IDIOTAS COMO ESTE E MEXENDO NO BOLSO CHINGANDO, OFENDENDO, SEJA O QUE FOR ELES VÃO CONTINUAR RINDO DA GENTE AGORA MEXE NO BOLSO PARA VER ELE NÃO VAI DORMIR DIREITO ATÉ RECORRER SAFADO DE PLOITICO

  • andre | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h33
    2
    1

    Se Deus quiser teremos um milagre, vamos irmãos, vamos fazer uma vaquinha para pagar isso, vamos,ÓH, GLÓRIA, kkkkkk

  • Marcio | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 09h30
    5
    9

    É o ativismo judiciário gay. Pode-se criticar todos, menos os gays, por que isso é crime de homofobia. Só que na lei não existe essa tipificação de crime. Aos poucos, vai se impondo a ditadura gay no Brasil. Não é questão de religião, mas, uma situação que impede a livre manifestação de pensamento, diferente da violência. Ninguém é obrigado a achar a prática homossexual normal.

  • Ggm | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 08h48
    3
    5

    Que trio e esse? Brasil fundo do poço.

  • pedro | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 08h43
    8
    2

    Bobão de igreja apoiado por noiados religiosos

  • Hercilia | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 07h50
    11
    3

    cretinho safado cretino hipócrita

  • Joenes pica pau | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 23h16
    15
    3

    Vitório gali quero ver seu oco, seu arrombado de araque.

  • A verdade sufocada | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 22h56
    6
    14

    Ele falou enquanto tinha imunidade parlamentar, essa juíza lixo julgou de maneira parcial, visando só que interessa a ela: Estar na mídia, ignorar a CF e fazer política do lado que ela pertence ... Estaremos de olho Célia Regina Vidotti a ESQUERDISTA LIXO ....

  • José | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 21h40
    11
    2

    Dis o ditado popular quem fala o que quer ouve o que não quer

  • joao | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 21h13
    10
    3

    Bem feito! Se prepara que vem mais!

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS