17 de Junho de 2019,

Política

A | A

Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 16h:07 | Atualizado:

ALERTA DE GREVE

Mauro prevê cortes na Unemat e compara nível da Educação de MT com salários de professores

Governador cita que professores têm 3º melhor salário enquanto MT é apenas 21º no ranking nacional


Da Redação

mauro-tchauzinho

 

O governador Mauro Mendes (DEM) admitiu que pode seguir as recentes medidas tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e realizar cortes na educação superior mato-grossense. Afirmou que não é o desejável pelos gestores, mas a redução de recursos nas Universidades Federal  (UFMT) e Estadual de Mato Grosso (Unemat) são inevitáveis, dadas a crise e a desaceleração do crescimento.

Segundo ele, várias "medidas importantes de redução" são tomadas de maneira silenciosa, sem espetáculo e um “contingenciamento” de gastos na Unemat está sim em estudo. Foi assim com os cortes e redução de despesas do Executivo em diversos setores, inclusive, disse, com um melhor desempenho já reconhecido quando em comparação com o governo anterior. “Mesmo em momentos de crise, pegando R$ 3,575 bilhões de restos a pagar. Mas temos que acompanhar a evolução da economia brasileira, pois já existe um sinal claro de que o PIB, ou seja, a atividade econômica, está em franco declínio este ano e se isso se confirmar, como vem se confirmando nos últimos meses, vai afetar profundamente a arrecadação e se isso se confirmar vamos ter que realizar mais cortes”, afirmou, durante a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Várzea Grande, na manhã desta terça-feira (14).

Ele também criticou a sinalização de greve por parte dos professores do Ensino Médio via Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep). Afirmou que o Estado têm “uma dificuldade enorme” em honrar os salários “altos demais” de alguns porque estes "cresceram demais" ao longo dos anos e cobrou mais dedicação dos funcionários. “Vou dizer novamente: se resolver os problemas, vamos todos fazer greve e poderemos então ter um Estado muito melhor. O Sintep tem todo o direito de fazer e é livre o exercício do direito de greve, mas os profissionais de educação de Mato Grosso têm o terceiro melhor salário do Brasil e mesmo assim temos a 21ª pior educação do país. Então, temos que refletir um pouco sobre isso, saber que precisamos melhorar a educação sim, mas não é só melhorando salário que vamos fazer isso”, declarou.

Segunndo números do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), Mato Grosso tem a 21ª melhor Educação entre os alunos que estão no 3º Ano do Ensino Médio. Já no 8º e 9º ano, o Estado tem o 7º melhor desempenho, enquanto entre os alunos até o 5º ano, está em 12º lugar.

O democrata também defendeu a urgência de se aprovar a reforma da Previdência em Brasília, pois essa seria a única maneira de melhorar os índices econômicos e ajudar o país a sair da “instabilidade e desaquecimento”, como ocorreu, por exemplo, em 2015 e 2016. Lembrou ainda que as dificuldades em reencontrar o caminho do crescimento e da geração de empregos podem trazer mais preocupações e muito mais problemas administrativos e sociais.

“Espero que o legislativo aprove a reforma da Previdência. O Brasil tem que acordar [e perceber] que o Estado brasileiro, União ou municípios não produzem riqueza, quem o faz é o cidadão. Se o estado continuar gastando mal, gastando muito, cada vez mais vamos continuar avançando sobre o bolso do cidadão e pra tomar dinheiro das empresas sem entregar serviços de acordo ao cidadão”, colocou.

Sobre o fato de o repasse do Fundo da Exportação (FEX) ser condicionado por Brasília à reforma da Previdência, Mendes dá uma vez mais razão ao presidente Bolsonaro. “Isso não é desejável, mas entendo o governo federal, ele também está em crise, está em dificuldade. Ele precisa aprovar a reforma da Previdência pra melhorar o ambiente econômico no Brasil e quem sabe fazer o país voltar a ter crescimento econômico e melhorar a arrecadação de seus impostos”.

O governador encerrou afirmando que a expectativa é que neste ano haja melhora na regularidade dos repasses dos programas federais, pois em 2018 houve atrasos de quase 11 meses em alguns destes.

 

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Caio santos | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 21h04
    2
    0

    Esses governantes são todos iguais mesmo , sempre com esse joguinho sujo de jogar a população contra o servidor fazendo a população acreditar que são todos vagabundos e preguiçoso mas Mauro mentes agora tem redes sociais nada nessa sua gestão até agora medíocre passa despercebido , e outra coisa altos salários tem na assembleia no judiciário e no mp vc já falou isso pro povo?

  • Bruno | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 20h49
    2
    0

    Judiciário, legislativo principalmente senhores deputados, carreiras com verbas indenizatórias isentas de tributação...devem fazer bem o dever de casa . Pois sim eles tem um bom salario, e o melhor, trabalham quando querem

  • AUMENTO PARA OS PODERES PODE. EXECUTIVO | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 19h27
    2
    0

    E PQ DEU AUMENTO DE MILHÕES PARA OS OUTROS PODERES SENDO QUE TEMOS QUE O GOVERNO TEM QUE QPRENDER A GASTAR????? AUMENTO AOS OUTROS PODERES E UM GASTO NECESSÁRIO PARA O EXECUTIVO É UM GASTO DESNECESSÁRIO????? QUAL É ESSA LÓGICA???? NÃO ENTENDI??????

  • Willian | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h30
    12
    2

    Fazem uma política de aprovação automatica, onde o aluno que não quer nada é aprovado, e depois querem por a culpa no professor.

  • Tiago | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h25
    11
    0

    Vamos comparar também o quanto o estado arrecada de impostos, que bate recorde todo ano em produção de grãos e exportação e o pouco retorno a sociedade com os péssimos hospitais e escolas sucateadas? Disso ele se cala.

  • Simples assim | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h22
    11
    3

    Quem nao vive a realidade da sala de aula não tem o direito de opinar, passar bem .

  • Descrente | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h15
    10
    0

    O estado gasta muito mal mesmo Mauro Mendes,pois repassa milhões de reais aos poderes que estão aí sem serventia nenhuma para o povo,pois são todos submissos ao governo e só agem em prol dele,deixando que se retire direitos e até vidas com suas omissões.

  • Marcelo | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h08
    7
    1

    O governo e o povo condiciona ou seja liga os salários a nível de melhoria na educação, não tem nada haver uma coisa com a outra, se o aluno não quer aprender quem vai obrigar ele a aprender? O responsável por isso é a modalidade do ciclo no fundamental se o aluno não precisa estudar pra ser aprovado no exame pra que estudar?

  • Marcelo | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h07
    6
    1

    O governo e o povo condiciona ou seja liga os salários a nível de melhoria na educação, não tem nada haver uma coisa com a outra, se o aluno não quer aprender quem vai obrigar ele a aprender? O responsável por isso é a modalidade do ciclo no fundamental se o aluno não precisa estudar pra ser aprovado no exame pra que estudar?

  • F, PUBLICO | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 18h03
    10
    0

    ESSE TAL DE GOVERNADOR EU ACHO QUE JÁ TA NA HORA DELE PEDI RENUNCIA, ATE AGORA AINDA NÃO FEZ NADA , SÓ SABE DE RECLAMAR, NÃO SEI PQ FEZ QUESTÃO DE CANDIDATAR. VAI ADMINISTRAR SUA EMPRESA QUE SR GANHA MAS, LA SIM VC PODE FAZER O'QUE QUISER COM SEUS FUNCIONÁRIOS QUE GANHA POUCO. ESSES PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO AINDA GANHA POUCO, O SR TEM QUE VALORIZAR ELES, FOI ELES QUE DEU ESSE DIPLOMA SR TEM HOJE.....PARA DE BLA BLA BLA BLA BLA BLA E MOSTRA SERVIÇOS....ATE PQ NA PRÓXIMA ELEIÇÃO O SR JA ERA....

  • alexandre | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 17h29
    10
    0

    Se fosse assim, as carreiras de elite, e políticos, deveriam pagar para trabalhar.. o rendimento é péssimo, custo benefício desfavorável.

  • jose neto | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 17h19
    12
    0

    Se é pra fazer comparaçoes, Mato Grosso é o maior produtor de soja, milho e algodao do país, tem o maior rebanho de gado do Brasil, e no entanto está quebrado... É culpa de quem?? Dos professores ou dos governantes incompetentes???

  • Thiago Martelo | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 16h50
    25
    9

    GOVERNADOR!!??? A SECRETÁRIA DO PEDRO TAQUES , QUE VOCÊ MANTEVE NA EDUCAÇÃO, FEZ O QUE!???? PRA MELHORAR ESSA SITUAÇÃO!,?,,?? NADÀAAAAAA!!!!!!!! VOCÊ É UM ENGENHEIRO, NÃO ENTENDE NADA DE POLITICAS PEDAGÔGICAS!!! RESPEITE OS NOSSOS MESTRES, QYE TRABALGAM EM ESCOLAS INÓSPITAS E CAINDO SOBRE AS SUAS CABEÇAS!!! DIREITO É DIREITO GOVERNADOR!! DIMINUA OS REPASSES PARA OS PODERES E ACABE COM ALGUNS INCENTIVOS, QUE A CONTA FECHA!!!!!

  • Adelar | Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 16h45
    16
    26

    Parabéns pela postura Sr Governador, exatamente isso, enormes investimentos pra péssima qualidade do ensino, é lógico que tem muitos professores bons, íntegros, pra esses meu respeito!!

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS