09 de Abril de 2020,

Política

A | A

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 18h:50 | Atualizado:

DOAÇÕES A LARANJAS

Mesmo com escândalo nacional, advogada fica em partido para disputar Senado e prefeitura

Gisela Simona cita que problema não envolveu PROS de Mato Grosso e disse que todos partidos têm problemas


Da Redação

gisela-joabatista.jpg

 

O envolvimento da direção nacional do PROS com suposto superfaturamento na prestação de contas do fundo público eleitoral não resvalou nos candidatos da sigla em Mato Grosso, que elegeu o deputado estadual e diretor João Batista e como suplente de deputada federal a diretora do Procon, Gisela Simona Viana de Souza. Os dois tiveram as prestações de contas aprovadas pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). No caso de Gisela, sem ressalvas.

Os candidatos do partido receberam algo em torno de R$ 791 mil em dinheiro público para a campanha 2018 no Estado. O caso envolvendo o PROS foi revelado na edição de domingo (16) do Fantástico.

Gisela Simona recebeu R$ 125 mil do fundo público e obteve 50.682 votos. O dinheiro é cerca de 40% do valor total das doações — incluídas aqui as realizadas por pessoas físicas — recebido por ela.

A advogada contou ao FOLHAMAX que não tem o mínimo receio das investigações contra o presidente nacional Eurípedes Júnior (PROS) por suposto envolvimento com laranjas e enriquecimento ilícito via desvio de valores que deveriam ser destinados à campanha. Conforme os jornalistas do programa global, 37 candidatos do Distrito Federal foram vítimas de superfaturamento, com contas em até 20 vezes acima do que os candidatos realmente receberam.

“Tem coisas que estão falando que nunca ouvi falar. Em Mato Grosso não houve laranja nem irregularidades, desconheço isso. O que eu vi na matéria do Fantástico é que o presidente está sendo investigado e eu espero que tanto a Polícia Federal quanto a justiça cheguem à verdade dos fatos, o que é extremamente importante. É isso que esperamos enquanto correligionária do partido”, disse, por telefone.

De acordo com ela, com relação ao diretório estadual, o clima é de tranquilidade no processo, pois confia em seus presidentes. À época da eleição, o vereador Dilemário Alencar (Pros) e o hoje deputado João Batista do Sindspen.

“É interessante conversar com eles com relação à parte administrativa do partido, mas uma situação importante é que eu tenho plena consciência de que minhas contas foram aprovadas pela legislação eleitoral sem ressalvas, e isso é muito positivo, porque normalmente as contas de candidatos são sempre aprovadas com ressalvas. Então estamos muito tranquilos com isso e acreditando na justiça, porque o que tiver que ser feito deve e será feito”, continuou.

Aprovação com ressalvas, aliás, aconteceu com João Batista, mas de acordo com o juiz Luís Aparecido Bortolussi Junior, foram problemas menores que não comprometiam a regularidade daquelas. O entendimento foi seguido pelo Pleno do TRE.

Para Gisela, isso não é motivo para pensar em mudar de partido.

“Não penso em mudar de legenda porque na verdade todos os partidos têm problemas. Desconheço um que não tenha problemas. É claro que se você tiver erros injustificáveis temos que tomar providências, mas por hora não tem isso”.

A dirigente do Procon de Mato Grosso, inclusive, traça planos políticos-eleitorais para este ano. Ela é pré-candidata ao Senado na eleição suplementar que ocorrerá em 26 de abril. Além disso, colocou seu nome à disposição para disputar a Prefeitura de Cuiabá em outubro, já que foi a candidata à Câmara Federal mais votada na Capital.

 

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Professora Rita | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 07h26
    5
    4

    Esses dois Gisela Simona e João Batista são SIM filhos da corrupção do PROS , um partido que foi fundado por um vereador de Goiás com mentalidade doentia de roubar dinheiro do Fundo Partidário. Os dois também tem culpa no cartório.

  • . | Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 23h42
    6
    3

    Tá na hora de sangue novo na prefeitura. Vamos dar uma oportunidade para essa moça trabalhar pela cidade. Se errar, será a primeira e última vez.

  • marcos | Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 23h38
    3
    3

    nem ela nem julio dois picaretas pros pt psol so tem ladrã o

  • Djuca Paletó | Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 20h55
    12
    5

    Prós! Prós buraco visitar o PT, Psoli..

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 20h32
    6
    18

    É!!!! SUCESSO A SENHORA, MAIS ESSA ELEIÇÃO É DE JÚLIO CAMPOS, NOS MEUS 85 ANOS NUNCA VI E OUVI TANTA GENTE FALANDO QUE JÚLIO CAMPOS TÁ ELEITO, DESDE 1982, QUANDO ELE CONCORREU PARA GOVERNADOR NÃO VIA TANTA GENTE FALAR DO JÚLIO, ACREDITO PELOS MEUS 83 ANOS BEM VIVIDO ELE VAI SER ELEITO COM UMA AMPLA VOTAÇÃO, VAMOS ESPERAR PARA VÊ. E SUCESSO PARA SENHORA.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS