11 de Agosto de 2020,

Artigos

Política

A | A

Quarta-Feira, 03 de Setembro de 2014, 15h:20 | Atualizado:

HORÁRIO NA TV

Na TV, Taques associa problemas de obras da Copa à corrupção

Candidato do PDT promete adotar medidas rigorosas de controle ao fisco


Da Redação

silval-viadutosefaz.jpg

 

No programa eleitoral desta terça-feira (3) transmitido na TV, o candidato ao governo de Mato Grosso, senador Pedro Taques (PDT), criticou duramente os problemas de infraestrutura em obras da Copa do Mundo atribuindo a possíveis esquemas de corrupção e desvio de dinheiro público. 

Em determinado momento da propaganda, uma voz de um de fundo narra que por conta da incompetência e descaso do atual governo, educação, saúde e segurança não recebem corretamente o dinheiro público e aparece trecho de uma reportagem da TVCA tratando de questões da Operação Ararath da Polícia Federal, que investiga crime de lavagem de dinheiro e outros crimes contra o sistema financeiro nacional.

A voz de fundo afirma ainda que obras milionárias como Viaduto da Sefaz já apresenta problemas estruturais. 

Logo em seguida, Taques aparece para criticar obras como o Viaduto da Sefaz e trincheira do Santa Rosa, localizada na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, e atribui a falta de transparência do Estado pela atual situação.

“A sociedade acompanha que obras podem desmoronar. O governo dificultou a fiscalização de órgãos como CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE)”, disse.

Taques prometeu aplicar um novo modelo de gestão em Mato Grosso. “Vamos criar gerência para controle de obras executadas pelo Estado com metas e resultados, facilitar os dados aos órgãos de controle externo com total transparência para evitar obras mau feita e sem qualidade técnica”. 

O pedetista ainda prometeu ser rigoroso em relação ao controle das medidas administrativas que serão tomadas em relação ao fisco. “A Secretaria de Fazenda não vai administrar por ofícios e portarias que aterrorizam o contribuinte. Daremos segurança jurídica a todos os mato-grossenses e valorizar o servidor público de carreira. 

O deputado estadual José Riva (PSD) voltou a explorar a proximidade que diz ter com a população. O parlamentar destacou projeto de sua autoria que elevou os recursos para a Unemat (Universidade do Estado de Mato Grosso) e garantiu que levará a instituição para todas cidades do Estado.

O ex-vereador Lúdio Cabral (PT) explorou também trechos do debate realizado na noite de domingo. Ele destacou as propostas feitas na discussão.

O candidato do PSOL, José Roberto, destacou a candidata do partido a presidência da República. O jornalista José Marcondes "Muvuca" (PHS) voltou a explorar a ausência do senador Pedro Taques (PDT) no debate da TV Brasil Oeste.

 

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS