25 de Fevereiro de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 28 de Julho de 2014, 17h:47 | Atualizado:

Taques define até amanhã novo candidato no lugar de Jaime

Com a desistência do DEM, que oficializou na tarde desta segunda-feira (28), a indicação de um nome para encabeçar a chapa ao Senado, a coligação “Coragem e Atitude Para Mudar” deverá definir entre hoje e amanhã o substituto do senador Jayme Campos (DEM). O candidato ao governo do Estado, senador Pedro Taques (PDT) disse que há novos nomes, mas preferiu não os revelar.

Questionado sobre possíveis rusgas interna que poderá ficar entre os democratas com o restante do grupo, uma vez que o motivo da desistência de Jayme em disputar a reeleição foi em “função da falta de unidade na coligação” e que “determinadas lideranças não agiram de forma ética e não se comportaram com aliados”, Pedro Taques minimizou.

Para o candidato ao Palácio Paiaguás, a desistência do democrata não afetará negativamente a campanha. Sobre a possibilidade de o DEM romper com o grupo e apoiar outro candidato, Taques disse que tem “confiança na palavra”, já que os democratas afirmaram permanecer na aliança. "Não tenho a confiança mas tenho a palavra".

Atualmente, o cenário interno aponta o deputado federal, Nilson Leitão (PSDB), o ex-governador Rogério Salles (PSDB), a deputada estadual, Luciane Bezerra e o ex-prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti, ambos PSB.Durante a oficialização da desistência dos democratas em indicar o nome à vaga, ao senador Taques, na sede do diretório regional PDT, o presidente da sigla pedetista, deputado estadual Zeca Viana disse que particularmente ele tem simpatia pelo nome da deputada Luciane, contudo, é o grupo que deverá definir. Os critérios para a escolha do novo candidato será primeiramente a densidade eleitoral e regional da pessoa.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS