03 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 09 de Janeiro de 2015, 12h:54 | Atualizado:

MT tem a 4ª maior redução em casos de dengue

Mato Grosso é o estado com quarto melhor índice de redução nos casos de dengue do país em 2014. Levantamento realizado pelo Ministério da Saúde mostra que entre os estados da região Centro-Oeste, Mato Grosso ocupa a segunda posição na quantidade de notificações registradas a menos da doença.

Em todo o Brasil, 18 estados e o Distrito Federal conseguiram reduzir o número de casos de dengue no ano passado. Já entre os estados que tiveram aumento na taxa de notificações, a maioria é da região Nordeste, com destaque para o Sergipe, onde a incidência foi 180% maior que 2013 para 2014. Apesar da redução em grande parte do país, o alerta do órgão federal é quanto ao risco de contaminação da febre Chikungunya, doença também transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

No ano passado, mais de 2 mil casos foram registrados no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, no geral, a diminuição no número de casos de dengue foi de 59,5% em todo o país. Enquanto 2013 foi encerrado com 1,4 milhão de notificações, o ano passado fechou com quase 600 mil casos.

Com uma queda de 66,1%, a região Sul é a que representa a maior redução, sendo o Estado do Rio de Janeiro o grande responsável por isso, com uma diminuição de 97% na taxa de notificações e a taxa mais alta do país. Na região, somente o Estado de São Paulo teve um aumento e ainda sim muito pequeno, com 1% de casos a mais no ano passado. Em seguida, a melhor média é da região Centro-Oeste, com redução de 57%. A quantidade de casos baixou de 265 mil para 114 mil. A diminuição mais significativa é do Mato Grosso do Sul com 96% de casos a menos. Em Goiás, a redução foi de 35% e no Distrito Federal, 3%.

Por meio da assessoria de imprensa, a SES/MT afirma que a redução é resultado de ações que a pasta vem desempenhando no controle e combate à doença, como a capacitação de profissionais “para que o diagnóstico seja precoce eficaz, diminuindo, assim, a gravidade dos casos e os óbitos”. “Apesar dos números serem satisfatórios, os resultados não tiram Mato Grosso do foco do combate, e para 2015 o novo Plano Estadual de Contingência da Dengue será revisado, pela nova equipe em busca de melhorias e aperfeiçoamento, para que o estado continue nessa situação de redução de casos”.

FEBRE - Com os índices reduzidos no ano passado, a preocupação do Ministério agora é com a febre Chikungunya. Desde novembro, a campanha nacional “O perigo aumentou. E a responsabilidade de todos também” tem como objetivo alertar a população quanto à doença. Causada pelo vírus Alphavirus, a febre é transmitida pelo mosquito responsável pela contaminação da dengue. De acordo com o órgão, os sintomas entre as duas doenças são muito semelhantes, assim como as ações de prevenção.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS