25 de Maio de 2020,

Economia

A | A

Domingo, 29 de Março de 2020, 13h:23 | Atualizado:

6%

Aumento da água vale a partir do dia 17 em Cuiabá

eta-agua-torneira.jpg

 

A diretoria da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) aprovou o reajuste de 6,03% na tarifa de água e esgoto na capital. O pedido de reajuste partiu da concessionária dos serviços, Águas Cuiabá, e foi homologado no dia 16 de março. O aumento passa a valer a partir do dia 17 de abril.

Os serviços complementares, como aferição de hidrômetro, conserto de cavalete, ligação de água, recebimento de fossas e venda de água com caminhão pipa, também foram reajustados em 6%. O percentual de reajuste é maior que o índice de inflação no último ano. Segundo a agência reguladora, o cálculo feito para o reajuste é baseado nos custos de energia, mão de obra e construção civil para que seja feito o abastecimento de água e tratamento de esgoto no município.

De acordo com a publicação, a data de entrada em vigor da nova tarifa deve ser pelo menos 30 dias após a homologação.  Procon foi contra a revisão. A Águas Cuiabá foi a segunda colocada em número de reclamações no ano passado, com quase 3.700 registros, a maior parte por cobrança indevida.

A Águas Cuiabá afirma que criou um canal de comunicação direto com o Procon, para garantir a agilidade nos procedimentos e que melhorou o sistema de abastecimento, ampliando a capacitação de água nos Rio Coxipó e no Rio Cuiabá. A concessionária também informou que a cobrança de esgoto, conforme a lei, só ocorre nos bairros atendidos com o serviço de esgotamento sanitário.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Luiz | Domingo, 29 de Março de 2020, 18h43
    3
    0

    No momento da pior crise nacional nos ultimos 50 anos vão aumentar a água? Só pode ser piada ou alguém mais vai ganhar com esse aumento. Pqp.

  • Saniel | Domingo, 29 de Março de 2020, 13h37
    12
    0

    Parabéns prefeito, em momento de crise o senhor entuba a população com o reajuste de tarifas. É o fim dos tempos mesmo.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS