14 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 17h:45 | Atualizado:

PÂNICO NO CARNAVAL

Bandidos fazem resgate de preso e atiram em 5 pessoas em UPA

Cinco pessoas foram baleadas e levadas ao pronto-socorro

upa (1).jpg

 

Bandidos invadiram a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Morada do Ouro, em Cuiabá, para resgatar um detento que recebia atendimento médico no local na tarde desta terça-feira (13). Na ação, eles efetuaram diversos disparos e atingiram, ao menos, cinco pessoas.

O clima é de extrema tensão na unidade hospitalar. Pacientes e funcionários estão em pânico.

Informações apontam que um agente prisional, uma paciente, um bebê de colo, uma enfermeira e um policial militar que faz a jornada voluntária foram atingidos por tiros. Todos foram levados ao pronto-socorro de Cuiabá.

Inicialmente, foi divulgado que um dos baleados morreu. Todavia, a Polícia Militar e a Secretaria de Saúde não confirmaram a informação.

Há ainda informações de que alguns dos bandidos invadiram uma casa na região e fazem uma família refém. Outras apontam que os criminosos fugiram num veículo branco.

Neste momento, viaturas de várias partes de Cuiabá estão se dirigindo a região para fazer a segurança e tentar capturar os criminosos. O helicóptero do Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas) também vai auxiliar na operação.

Por conta do tiroteio, a Secretaria de Saúde de Cuiabá suspendeu os atendimentos na UPA nesta terça-feira. A orientação é de que pacientes procurem as policlínicas e a UPA do Pascoal Ramos. A tendência é de que a UPA reabra apenas nesta quarta. 

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários (33)

  • Roberto | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 11h10
    8
    0

    Secretária sua mentirosa e sem vergonha, queremos policiamento 24h como tinha na gestão anterior.

  • Paulo | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 10h11
    3
    0

    Porque preso tem que ser atendido em upa se nuca tem medico nem remio isso tem que ser tratado no proprio presidio se gasta muinto menos imajine se todos os presos se sentirem mal ao mesmo tempo como seria uma upa cheia de bandidos

  • Hilario | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 08h15
    4
    0

    E uma vergonha a saúde cada dia mais jogada isso q o coitado do servidor já trabalha sem nenhuma estrutura agora Ainda arriscando sua própria vida

  • Benedita | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 07h59
    5
    0

    É uma vergonha a falta de segurança nas unidades de saúde , cada a valorização do servidor ???? Com uma secretaria de saúde como essa elizet o servidor não e nunca valorizado, uma pessoa arrogante que nem comprimenta o servidor e ainda tem a cara de pau de ir lá dar entrevista e mentir que na upa tem seguranças 24 h, pra tudo ela tem uma saída através da mentira , pode ser que tenha alguma empresa recebendo mais não prestando o serviço como temos visto em outras áreas

  • Carlos | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 07h56
    10
    0

    CADÊ O DIREITO HUMANOS DOS CIDADÃOS DE BEM? ESSE MALDITO DIREITO HUMANO SÓ SABE DEFENDER BANDIDOS, A SOCIEDADE JÁ ESTÁ FARTA DISSO... SÓ EXISTE UM MEIO DE ACABAR COM ISSO, O POVO LEVANTAR A BANDEIRA E FAZER UMA REVOLUÇÃO GERAL CONTRA ESSES POLÍTICOS VAGABUNDOS QUE SÓ PENSA EM PODER E DINHEIRO... A SOCIEDADE NÃO SUPORTA MAIS, ESTAMOS SENDO MASSACRADOS DE TODOS OS LADOS, E O PIOR SEM DIREITO A DEFESA...

  • Servidor da upa | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 02h49
    6
    0

    E uma vergonha a saúde pública de Cuiabá , não tem saúde , não tem segurança pra quem busca saúde , enfermeira baleada , tão esperando morrer agente trabalhando pra depois por segurança , essa Elizeth mentirosa da entrevista dizendo que na Upa tem seguranca 24 h , chega de mentiras nós não aguentamos mais isso

  • Andrea | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 01h43
    5
    0

    Espero que os culpados sejam encontrados e punidos por essa barbárie. A Dayana está em estado grave e caso ela venha a falecer, deixará cinco filhos órfãos!

  • Andrea | Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 01h43
    3
    0

    Espero que os culpados sejam encontrados e punidos por essa barbárie. A Dayana está em estado grave e caso ela venha a falecer, deixará cinco filhos órfãos!

  • Renato | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 23h52
    4
    1

    Para mim passou do tempo de se criar pena de morte bandidos comum e para políticos corruptos.

  • Joana | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 21h27
    5
    0

    Saúde humanizada

  • Jose Luiz | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 21h11
    9
    1

    Cinco inocentes atingidos. Nenhum bandido atingido. Ninguém preso. Que segurança!

  • Valdemir | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 20h40
    4
    0

    A polícia tem que agir mesmo eu concordo plenamente o que eles estão fazendo

  • ROBERTO RUAS | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 19h27
    21
    0

    Bem meus amigos , só há um caminho para este país sair deste estado de descontrole social. REVOGAÇÃO DO ECA imediatamente para começar ; LIBERAÇÃO DE PORTE DE ARMA ao cidadão de bem ( Com renda e residencia fixa - sem passagem por crimes de qualquer natureza - e com teste psicologico minimo) e por fim PRISÃO PERPETUA COM TRABALHOS FORÇADOS a CRIMINOSOS REINCIDENTES Para isso precisamos mudar a mentalidade de vitimização social . Todos nós , brancos , negros, indios , ou amarelos nascemos com as mesmas capacidades e podemos escolher entre certo e errado, mas por culpa dessa cultura de vitimização de gente que ESCOLHEU ser criminoso estamos perdendo TODOS os prazeres de viver . Nessas merdas de cidades infestadas por criminosos pestilentos e seus clientes drogados , perdemos o direito de sentar em uma praça ; de ir a um barzinho sem ser importunado por "franelinhas" ; naos podemos mais pedir uma pizza ser ter que sofrer uma "investigação social" do entregador; se vamos a uma farmacia fora de hora podemos morrer a bala tentando curar um resfriado ; JÁ NÃO PODEMOS nem mesmo ter determinados tipos de carros ( existe uma lista dos mais procurados para roubo) . CHEGA ! Precisamos reagir ! ESTAMOS SENDO CAÇADOS como coelhos e nada temos feito.NADA! E para que alguns PATIFES defensores dessa ideologia de vitimização social , nao venham com suas baboseiras , olhem esse exemplo da matéria, e digam se TODOS não são prejudicados por querer tratar de vitimas sociais a ESCÓRIA da sociedade.

  • Marcelo | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 19h20
    11
    5

    Esse é o Brasil... O País do desarmamento... Que trata bandidos com dignidade... País que só não trata com dignidade quem produz, pois toma cinco meses em forma de impostos e não devolve nada... País da impunidade... País onde um bandido é atendido em uma UPA na frente de todas as outras pessoas de bem... País de 13 anos de PT... E ainda, um Estado de um Governador mentiroso e trapaceiro que prometeu melhorar a segurança e não fez absolutamente nada nesses quase quatro anos de desgoverno...

  • Carlos | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 19h18
    8
    1

    O que é mais importante, ter 47 policiais na AL MT ou distribui-Los nas unidades de saúde pública!

  • Sociedade | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 19h15
    7
    0

    Taques 2018 para levar Mato Grosso para mais burraco do que esta...

  • Roberto | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h59
    5
    0

    PARABÉNS AO GOVERNO QUE ESTÃO DEIXANDO O SISTEMA PENITENCIÁRIO AFUNDAR...

  • Raimundo | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h52
    3
    0

    Mato Grosso mais: mais violência!

  • VÍTMA DE ASSSALTO TAMBÈM | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h51
    5
    0

    O governo federal e os governos dos estados, de todos os estados, perderam vergonhosamente a guerra para os BANDIDOS. Se hoje já está assim, imaginem daqui a Seis MESES, daqui APENAS seis meses, estará pior, cinco ou mais vezes pior. Não se trata de videntíssimo, é a PROGRESSÃO GEOMÉTRICA CRESSENTE do CRIME que está na cara de todas as pessoas.

  • Mustafa | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h45
    8
    1

    Quando q essa bandida dessa secretaria ElIzeht preocupou com o servidor , só quer saber do bolso dela ! Cadeia nela

  • Kika | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h44
    6
    1

    Essa secretaria de saúde corrupta chamada Elizeth Lúcia , vcs acham q tá preocupada com Alguém ???? Só preocupa com bolso dela , fora já ou a saúde morrera

  • Alves | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h38
    3
    0

    Corrigindo a notícia. Nenhum preso foi resgatado!! Mas sim, houve tentativa de execução. Pois, chegaram atirando...

  • Márcio | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h28
    6
    0

    Enquanto os malandros defraudam o Estado, roubando a população, na outra ponta, são os bandidos, propriamente dito, que arrasa com a população. Bem que eles poderiam se matar, mas não a população sofrida que dependem das UPAs.

  • Sidnei | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h24
    6
    0

    Maldito direitos humanos e Estado.....esses vagabundos tem que ser tratados na penitenciária. Não devem sair por nada, inocente morreu por culpa do sistema, queremos a PM 24h em cada unidade.

  • Justiça | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h17
    5
    0

    Não é tempo que o profissionais da saúde clamam por segurança nas UPAS e no PS. E agora prefeito e Governador?????? Revoltante a falta de responsabilidade desses gestores do Estado. Colocaram pão e circo na orla do porto e deixa onde precisa sem policiamento.

  • Marcela Taques | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h14
    5
    0

    Boa tarde isso é um absurdo , gostaria de saber agora qual providências a secretária de saúde vai tomar ? Ou se ela vai continuar não fazendo nada , porque até hoje não sei o que ela fez pela saúde dá baixada cuiabana , nossa saúde está um caos , socorro prefeito Emanuel Pinheiro !!

  • trevor | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h14
    4
    0

    Detentos não podem sair da penitenciária tem que ser atendidas na penitenciária. pacientes que foram vítimas absurdo. Sera que as autoridades não vê isso. Só querem roubar nosso dinheiro. Vamos mudar essa política pelo amor de Deus.

  • Zé Carlos | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h11
    6
    0

    Estamos refém da violência, até doentes as pessoas amedrontadas, acho q se tivesse a polícia militar como antes essa audácia dos bandidos poderiam ser evitadas. Prefeito e primeira dama a saúde precisa de atenção.

  • Boca no trombone | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h08
    6
    0

    É desesperador a saúde de Cuiabá agora mais essa... ali na Upa tinha um posto de polícia... e foi desativo ... PORQUE???? Com a palavra a secretária de saúde... desativa o posto policial, deixa servidores sem segurança, sem pagamento de extra, sem remédio, sem insumos e medicamentos, sem maca em ambulâncias, sem... sem... sem ... sem... sem....

  • Roberto | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h05
    6
    0

    Já trabalhei ai, na minha época tinha polícia 24h e mesmo assim tinha pacientes que agrediam verbalmente a própria pm. Coitados dos funcionários em pleno feriado viver um dia terror. Cade a humanização tanto almejada

  • Juliana | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 18h00
    8
    0

    Esse é o caos da saúde q nossa cidade vive, na gestão anterior a PM(2 policiais) ficavam 24h em todas unidades de urgência e emergência. Sem infraestrutura, sem segurança, sem remédio.

  • Cidadão | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 17h54
    6
    0

    PREFEITO E GOVERNADOR NO CARNAVAL. E O POVO MORRENDO. SAÚDE ZERO. SEGURANÇA ZERO. NÃO EXISTE SEGURANÇA NAS UPAS!!!!! ACORDA MP

  • PRÓ MESSAS DE TAQUES DESCUMPRIDAS | Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 17h50
    6
    0

    TA PULAND CARNAVAL GOVERNADOR E KD A SEGURANÇA PUBLICA, EFICIENTE ?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS