25 de Fevereiro de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 15h:45 | Atualizado:

HARMONIA

MPE estreita relações com TCE de MT

maluf-zeantonio.jpg

 

Com o objetivo de estreitar o relacionamento institucional entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso e o Tribunal de Contas, o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, realizou nesta terça-feira (21) visita de cortesia ao novo presidente do TCE, Guilherme Antônio Maluf. O encontro contou com a participação do subprocurador-geral de Justiça Jurídico e Institucional do MPMT, Deosdete Cruz Júnior, e do consultor jurídico-geral, Grhegory Paiva Pires Moreira Maia.

Após a reunião institucional, representantes do MPE e do TCE também discutiram a possibilidade de celebração de novos termos de cooperação técnica nas áreas da educação e meio ambiente. A proposta é promover uma maior aproximação entre técnicos das duas instituições visando a dinamização da atuação em comum.

Acompanharam as discussões o titular da Procuradoria de Justiça Especializada Ambiental e da Ordem Urbanística, procurador de Justiça Luiz Alberto Esteves Scaloppe, e os promotores de Justiça Carlos Eduardo Silva e Miguel Slhessarenko Júnior. Os dois primeiros atuam na área ambiental e o terceiro na 8ª Promotoria de Justiça Cível da Capital com atribuições na área da educação.

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • alex | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 17h58
    0
    0

    Seria cômico se não fosse trágico; o Denunciado Guilherme Maluf, desprovido do mínimo de conhecimento jurídico como se viu na sabatina, sentado com os membros do MPE........ sinistro, enquanto que muitos nomes, como o Juiz Eduardo Calmon, ficou de fora..... esse é apenas um dos exemplos da razão de eu já não ter mais esperança nos PODERES CONSTITUÍDOS, tampouco no Ministério Público e nos Tribunais de Contas,,,

  • Cpa | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 16h14
    0
    0

    Já que esses excelentes órgãos. Um de fiscalizador e outro denunciado. Aproveita esse estreitamento, fiscaliza e denúncia o CARTÃO CORPORATIVO do Governo Mauro Mendes.Sabe porque não fazem isso? O DUODÉCIMO DIMINUE

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS